Helton Leite já terá acordo total para rumar à Luz

Guarda-redes brasileiro de 29 anos do Boavista tem quase tudo acertado para se mudar para Lisboa.

De acordo com a edição desta terça-feira do jornal A Bola, Helton Leite deverá mesmo ser reforço do Benfica para a próxima temporada. Alegadamente, o valor da transferência já foi acordado entre os encarnados e os axadrezados: 1,5 milhões de euros. Também a proposta salarial de 500 mil euros por temporada parece ser suficiente para convencer o jogador, visto que isto significaria um aumento considerável em relação ao rendimento que aufere atualmente.

O único detalhe ainda por acertar em todo este processo prende-se com a comissão do agente do atleta. O guardião mudou recentemente de empresário, facto que está a complicar a transferência. Para além disto, estão ainda a decorrer negociações entre Boavista e Benfica de modo a decidir qual dos dois emblemas se encarregará dos custos desta verba, que, habitualmente, recaem sob o clube vendedor.

Ainda assim, estes pormenores não deverão ser suficientes para impedir a contratação deste desejo antigo das águias. O brasileiro cumpriu a maior parte da sua carreira em equipas do seu país, nomeadamente no Botafogo, onde esteve durante quatro anos, mas também por outros clubes de menor dimensão, até chegar ao Boavista no verão de 2018. Em Portugal, tem vindo a brilhar, arrecadando, inclusivamente, o prémio de melhor guarda-redes do Campeonato nos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Com a chegada deste atleta, o conjunto lisboeta passará a contar com quatro guarda-redes no seu plantel: Helton Leite, Vlachodimos, Svilar e Zlobin. Deste modo, é provável que ou o belga ou o russo seja emprestado e, segundo o que é avançado pelo Record, deverá ser este último a fazer as malas e partir para outro clube da Primeira Liga de forma a ganhar mais experiência.

Porém, numa recente entrevista à mesma fonte, Alexander Tolstikov, agente de Ivan Zlobin, afirmou: “Acredito que se o Ivan tiver oportunidade, não a desperdiçará. Em termos de capacidade, não é inferior ao Vlachodimos, exceto ser um pouco menos experiente. Acredito que o Benfica não emprestará o Ivan na próxima temporada e meia”. Assim sendo, os futuros protetores das redes encarnadas para 2020/21 permanecem em aberto.

 

Fonte da Imagem: Getty Images

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.