Quem te viu e quem te vê: Lazar Markovic, a pérola sérvia que nunca mais brilhou

Chegou ao SL Benfica em 2013, no meio de várias estrelas sérvias que prometiam revolucionar o plantel dos encarnados. Na verdade, a maioria nunca se chegou a afirmar na equipa A, mas este é um dos casos de sucesso. Falamos de Lazar Markovic.

O extremo chegou ao clube da Luz a troco de 10 milhões, oriundo do seu clube de formação, o FK Partizan Belgrado. Com boas indicações na pré-época, mostrou-se a Jorge Jesus e conquistou um lugar ano plantel.

A sua época de estreia foi um sucesso total, com vários golos icónicos, desde o primeiro na reviravolta diante do Gil Vicente, o golo do empate em Alvalade depois de um “slalom” estonteante a furar a defesa leonina e o chapéu sobre o guarda redes do Vitória de Guimarães, dominando a bola antes da mesma entrar na baliza.

A sua velocidade, capacidade de drible e incursões ofensivas garantiu-lhe a titularidade do lado direito do ataque encarnado, completando 49 jogos na temporada, com sete golos e cinco assistências.

Soccer - UEFA Europa League - Round of 16 - First Leg - Tottenham Hotspur v SL Benfica - White Hart Lane : Fotografia de notícias

Os tubarões europeus ficaram instantaneamente interessados, terminando a sua estadia em Portugal após um ano. O Liverpool conseguiu a sua assinatura, a troco de 25 milhões.

A sua temporada de estreia foi pouco memorável, com muitas dificuldades em conquistar a titularidade num Liverpool caótico (pós-Suaréz). Jogou por 34 vezes, com três golos marcados e um assistido, frequentemente como suplente, pelos 1880 minutos que somou.

O primeiro de vários empréstimos sucedeu-se em 2015. Rumou à Turquia para representar o Fenerbahce, com 21 partidas, três golos e três assistências. Algumas boas indicações, mas nada que se assemelhasse ao jogador que justificou o investimento de 25 milhões.

No ano seguinte, o regresso polémico do jogador a Portugal. Reencontrou o técnico que o lançou nos grandes palcos do futebol europeu, Jorge Jesus, mas desta vez do outro lado da Segunda Circular, no Sporting CP. O empréstimo foi um desastre, com 14 partidas disputadas e dois golos marcados, até os leões o devolverem aos ingleses em janeiro. Acabaria por jogar outras 14 vezes com outros dois golos marcados no resto da temporada, num novo empréstimo ao Hull City, treinado por Marco Silva.

Vitoria de Setubal v Sporting CP - Portuguese League Cup : Fotografia de notícias

Jurgen Klopp nunca ficou convencido com os dotes do sérvio, não o utilizando durante a primeira metade da temporada 2017/18 e enviando-o num novo empréstimo em janeiro, desta vez para os belgas do Anderlecht. Oito jogos, um golo e uma assistência.

Em janeiro de 2019, o sérvio abandonou o Liverpool e assinou pelo Fulham a custo zero. Só representou o clube inglês uma vez e voltaria a ficar sem clube nesse verão. Bom filho a casa torna, em setembro, Markovic assina pelo seu clube de formação, o Partizan e regressa à Sérvia.

Na temporada atual, Markovic gradualmente procurava recuperar a sua melhor forma, com 12 jogos e quatro golos antes da paragem do futebol pela pandemia do covid-19.

FK Red Star Belgrade vs FK Partizan - Serbian SuperLiga : Fotografia de notícias

Prometeu uma carreira com muito sucesso pela sua técnica e explosividade, que conquistaram os adeptos do Benfica e lançaram-no para um dos maiores palcos no mundo em Inglaterra. Infelizmente, nunca mais voltámos a ver o Markovic que vimos atuar pelos encarnados, mas quem sabe se aos 26 anos de idade, não será ainda capaz de regressar à sua melhor forma.

José Horta

Não nasci a gostar de futebol, mas quando comecei nunca mais quis outra coisa. Algarvio de nascença mas adepto do futebol para além daquele que se joga na praia. Sempre atento aos contornos e novidades do "Desporto Rei", "Beautiful Game" ou lhe quiserem chamar. Aluno universitário de Ciências da Comunicação na FCSH.