Coimbra quer receber a final da Taça de Portugal

A Associação de Futebol de Coimbra (AFC) e a Académica informaram a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que pretendem que a partida decisiva da Taça de Portugal, entre FC Porto e SL Benfica, se realize em Coimbra.

Pela primeira vez desde 1983, o encontro não vai poder ser no Jamor, pois o Estádio Nacional não reúne as condições ideais para a sua realização no que diz respeito às medidas anti-covid-19.

“A proposta tem por base o Estádio Cidade de Coimbra estar devidamente licenciado para os jogos da II Liga, reunindo todos os requisitos para a realização de um desafio desta importância”, justificou o presidente da AFC, Horácio Antunes.

O dirigente argumentou ainda que Coimbra é a melhor solução para este encontro, “se comparada com a cidade de Aveiro, que beneficia o FC Porto” ou com Leiria, “que favorece o Benfica”.

Horácio Antunes referiu ainda que Coimbra está “ávida de um jogo histórico e carismático”, pois o último jogo com estas características foi um Portugal-Luxemburgo, em 2013.

No plano de desconfinamento, o Governo português decidiu que as últimas dez jornadas da Primeira Liga e a final da Taça de Portugal poderiam ser realizadas com partidas à porta fechada, excluindo a continuidade de todas as outras competições.

 

Fonte da imagem: SIC

 

Rui Simão da Costa

Um jovem de 24 anos, natural de Coimbra, reunindo através do jornalismo desportivo, o gosto pela escrita e pelo futebol.