Marítimo vai jogar no seu estádio

Depois de Carlos Pereira, presidente do Marítimo, ter ameaçado impugnar a Primeira Liga caso não pudesse disputar os jogos caseiros na Madeira, este acaba mesmo por ver a sua vontade ser satisfeita.

De acordo com A Bola, Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira, e Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, dialogaram e conseguiram solucionar esta situação.

Assim sendo, o Marítimo vai disputar os cinco encontros restantes na condição de visitado nos Barreiros, tendo já obtido os pareceres positivos da FPF, DGS e Liga. Esta permissão foi facilitada pelo facto de este estádio ser de nível 1, melhor categoria possível na avaliação de recintos de futebol da Liga.

Deste modo, Vitória de Setúbal, Benfica, Gil Vicente, Rio Ave e Famalicão terão de se deslocar para o território insular e cumprir normas de segurança semelhantes às que Santa Clara e Marítimo estão sujeitos nas deslocações para o continente.

 

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.