João Mário irá abandonar o Lokomotiv, Éder pode segui-lo

O jogador português cedido pelo Inter de Milão ao Lokomotiv de Moscovo não irá continuar no clube russo, que tinha a possibilidade de exercer uma opção de compra pelo seu passe por 18 milhões de euros.

“Temos de colocar um travão pois não podemos suportar grandes investimentos. É impensável nesta altura fazer duas contratações como Krychowiak e João Mário”, anunciou Anatoly Mescheriakov, presidente do Lokomotiv de Moscovo em declarações à imprensa local.

Outro português com o futuro em risco na formação soviética é Éder, pelas medidas de contenção financeira adotadas pelo clube. “Pode adiantar que vamos ter oito saídas, jogadores importantes que serão substituídos por jovens ou outros que já estão na equipa”, acrescentou o presidente do clube.

João Mário disputou 15 jogos, com quatro golos marcados e uma assistência, enquanto que Éder tem 23 partidas e seis golos marcados esta temporada.

 

José Horta

Não nasci a gostar de futebol, mas quando comecei nunca mais quis outra coisa. Algarvio de nascença mas adepto do futebol para além daquele que se joga na praia. Sempre atento aos contornos e novidades do "Desporto Rei", "Beautiful Game" ou lhe quiserem chamar. Aluno universitário de Ciências da Comunicação na FCSH.