Benfica junta-se a mais de 200 clubes em campanha para procurar crianças desaparecidas

O Benfica juntou-se a uma iniciativa que conta com mais de 200 clubes de todo o mundo e que tem como objetivo ajudar na procura de crianças desaparecidas, através da publicação de vídeos nas redes sociais.

Esta ação, que conta com a participação dos 86 membros da ECA (Associação Europeia de Clubes) e de mais de 200 clubes em todo o mundo, apoia a campanha levada a cabo pelo Centro Internacional para as Crianças Desaparecidas e Exploradas (ICMEC). O Benfica, que integra o conselho de administração da ECA, é o único clube português envolvido neste projeto“, anunciam os encarnados, em forma de comunicado.

Tudo começou no verão passado, quando a Roma, agora treinada por Paulo Fonseca, se juntou a várias organizações que procuram crianças desaparecidas, publicando um aviso de procura a cada anúncio de nova transferência. Devido a esta iniciativa do clube romano, várias crianças acabaram por ser encontradas na Grã-Bretanha, Bélgica ou Quénia.

Os clubes têm uma longa tradição de serem veículos de impacto social — tanto nas comunidades locais como globalmente –, uma tradição de enorme importância no mundo de hoje. Como uma unidade coletiva, os membros da ECA têm uma plataforma incomparável para alcançar milhões em todo o mundo e apoiar aqueles que são particularmente vulneráveis na sociedade“, explicou Charlie Marshall, CEO da ECA, citado no comunicado do Benfica.

Já Bob Cunningham, CEO do ICMEC, salientou que mais de um de um milhão de crianças desaparecem por ano em todo o mundo: “Uma criança desaparecida é uma criança vulnerável. Embora a maioria possa voltar para casa com rapidez e segurança, muitas permanecem muito tempo desaparecidas“, alertou. Explicou ainda que, tendo em conta o enorme número de seguidores dos clubes de futebol, alguém possa reconhecer alguma das crianças desaparecidas.

As águias juntam-se assim a vários clubes de renome mundial, como Liverpool, FC Barcelona, Marselha, orientado por André Villas-Boas, Borussia Dortmund, de Raphaël Guerreiro, AC Milan, no qual alinha Rafael Leão, Paris Saint-Germain, Real Madrid, Manchester United, de Diogo Dalot e Bruno Fernandes, e Tottenham, treinado por José Mourinho. Todos eles publicaram já esta segunda-feira vídeos de crianças desaparecidas na rede social Twitter.

 

Fonte da Imagem: Reprodução Benfica

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.