Quem te viu e quem te vê: Miguel Veloso

Na rubrica “Quem te viu e quem te vê” desta semana vamos falar sobre um jogador que era visto como um meio-campista fenomenal. Nesta semana vamos ver por onde anda Miguel Veloso, ex-jogador do Sporting.

Nasceu em 1986 no distrito de Coimbra, mas começou a jogar futebol em Lisboa, no Sport Lisboa e Benfica. Ficou até aos infantis no clube da Luz, mas acabou por ser dispensado devido a problemas de obesidade. Foi jogar para o Clube Atlético e Cultural da Pontinha, onde o seu talento bastou para no ano seguinte ser transferido para o Sporting CP.

Foi nos leões onde Miguel Veloso fez o resto da sua formação e acabou por se estrear como profissional. Ainda antes de se estrear foi emprestado ao Olivais e Moscavide, clube que se consagrou campeão da Segunda Liga, onde as suas prestações valeram a sua aposta na equipa principal. Na sua primeira temporada na equipa principal fez 33 jogos. A partir daí, o meio-campista português foi uma constante no 11 inicial da turma verde e branca.

Foi nesta altura, em 2007/2008, que o seu talento foi reconhecido pelo seleccionador nacional, na altura Luiz Felipe Scolari. Aí começou também a fazer parte dos quadros da seleção.

Na época 2009/2010 Miguel Veloso inspirou-se e despertou interesse de vários clubes internacionais. Fez nessa época 45 jogos e apontou 11 golos ao serviço dos leões. Na temporada seguinte, Itália ficou interessada no internacional português.

Foi transferido para o Genoa a troco de nove milhões de euros mais o passe de Alberto Zapater. Na sua primeira temporada não vingou. Foi preciso adaptar-se para depois mostrar o seu valor. Na temporada seguinte, em 2011/2012, apontou dois golos em 31 jogos. Contudo, e por incrível que pareça, foi transferido na época seguinte.

A Ucrânia foi o seu novo destino, desta vez para representar o Dínamo Kiev. Ficou lá por quatro temporadas, e no meu entender os 7,5 milhões investidos pelos russos valeram a pena. Miguel Veloso destacou-se também pela sua consistência em campo, e pela boa qualidade com os dois pés.

Em 2016/2017 voltou para Itália de novo, a custo zero, para jogar no Genoa. A consistência agora também já não era a que estávamos habituados e além disso a idade é um fator que influência bastante. Seguiram-se mais duas temporadas ao serviço do clube italiano. No total Miguel Veloso fez 70 jogos e apontou dois golos.

Mas e agora? Por onde anda Miguel Veloso? Onde anda a qualidade a que nos habituou? A verdade é que o internacional português acabou por se tornar um flop, logo depois de sair do Sporting. Hoje é jogador do Hellas Verona e até ao momento fez também duas dezenas de jogos e dois golos.

Com 36 anos é muito pouco provável que Veloso volte a ser o que era e muito menos a atuar num palco grande. Quem sabe irá acabar a carreira no clube que o formou?

 

Fonte da imagem: A BOLA

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.