Curiosidades: Sabe quais são os estádios mais antigos do mundo?

Os estádios de futebol mais antigos do mundo em atividade (não confundir com os “primeiros” estádios a serem construídos) localizam-se no Reino Unido, sem grandes surpresas. Enquanto que noutros países vão sendo construídos novos recintos para os clubes, no Reino Unido há uma relação umbilical entre clubes e estádios já seculares.

Confira a lista:

  1. Bramall Lane – Sheffield United  – 1855

    Inaugurado como um recinto de criquete, Bramall Lane passou a albergar o Sheffield United só em 1862. O primeiro encontro oficial disputado neste estádio foi um Sheffield United vs Hallam FC, no dia 29 de dezembro desse ano, acabando em 0-0.Hoje em dia, Bramall Lane voltou a receber jogos da Premier League, no regresso dos “Blades” ao primeiro escalão inglês. É a equipa sensação da prova e disputa os lugares de qualificação para as provas europeias, algo que seria inédito na longa história do clube. Tem capacidade para receber 32,000 pessoas.
  2. Field Mill One Call – Mansfield Town – 1861
    Alguns afirmam que este é o estádio de futebol mais velho do mundo, mas só foi permitida a prática de futebol no Field Mill em 1861. O nome advém de uma grande azenha que ficava ao lado do recinto, e que era utilizada para a indústria têxtil. Há alguns anos foi acrescentado “One Call” ao nome por questões de patrocínio.
    Neste momento, o estádio alberga cerca de 9000 espetadores, servindo de casa ao Mansfield Town desde 1919. O clube nunca saiu de divisões secundárias e milita atualmente na League 2, o quarto escalão inglês.
  3. Tannadice Park – Dundee United – 1870
    É o primeiro estádio escocês na lista. Há relatos de jogos de futebol neste estádio na década de 1870, mas sem grandes informações concretas. Nos seus primórdios, Tannadice Park era conhecido como Clepington Park. O primeiro clube a instalar-se aqui foi o Dundee East End FC, em 1882.
    O Dundee United passou a jogar aqui no ano de 1909, sob o nome de Dundee Hibernian. É um clube histórico da Escócia, tendo sido finalista vencido da Taça UEFA em 1987. Está na segunda divisão escocesa. Atualmente, o recinto tem capacidade para 14000 pessoas. Uma curiosidade: Tannadice Park fica a 200 metros de Dens Park, o estádio do maior rival do Dundee United, os vizinhos Dundee FC.
  4. Stamford Bridge – Chelsea FC – 1877
    O estádio mais conhecido da lista foi inaugurado em 1877, mas só passou a ser a casa do Chelsea FC a partir de 1905, quando Gus Mears e o irmão Joseph decidiram fundar esse clube de futebol. A fotografia abaixo é precisamente dessa data. Curiosamente, o recorde de assistência a um jogo remonta a 1935, quando 82 mil pessoas viram ao vivo um dérbi londrino entre Chelsea e Arsenal.
    Continua a ser a casa do bem-sucedido Chelsea, clube do multimilionário Roman Abramovic, que está a ter o melhor momento da sua história nas últimas duas décadas. Os projetos de expansão têm sido recorrentes, mas a direção anunciou em março que a conjuntura atual não é a mais favorável. Neste momento, Stamford Bridge conta com 40,000 lugares.

  5. Rodney Parade – Newport County AFC -1877
    O Rodney Parade é o primeiro e único estádio galês na lista. A primeira vez que foi utilizado foi num encontro de râguebi entre Newport e Cardiff, em 1876. Alberga tradicionalmente vários desportos como râguebi, criquete ou ténis, como vemos na imagem. O futebol veio muito mais tarde. O Newport County AFC foi criado em 1912, mas só passou a utilizar o Rodney Parade em 2012, depois de muitos anos em Somerton Park, entre outros recintos.

    O clube galês compete na League 2, a quarta divisão inglesa. O clube nunca esteve nas primeiras duas divisões e esteve 25 anos, entre 1989 e 2012, no futebol amador, com uma bancarrota pelo meio.

     

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.