Marítimo e Nacional devem dois milhões de euros em luz

Segundo um relatório da secção regional do Tribunal de Contas, o Marítimo e o Nacional da Madeira devem cerca de dois milhões de euros à Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM).

A dívida dos “Leões da Madeira” é de 1,38 milhões, já a dos “alvinegros” fica-se pelos 600 mil euros. Segundo o jornal Record, o calote do emblema “verde-rubro” já se vem a acumular desde 2012, mas o clube mostra vontade de o saldar.

“A gestão da dívida dos clubes e associações desportivas que recaíram na amostra não se pautou por critérios empresariais, encontrando-se dependente da disponibilidade do Governo Regional para a celebração de contratos-programa”, informou o Tribunal de Contas no seu relatório.

Ambos os emblemas deverão traçar um plano de pagamentos para saldar a dívida, sendo que o processo ainda está em fase de negociação.

O Marítimo encontra-se no 15° lugar da Primeira Liga, com 28 pontos. Já o Nacional, assegurou a subida ao principal escalão do futebol português, pois liderava a classificação da II Liga quando esta foi dada por terminada.

Rui Simão da Costa

Um jovem de 24 anos, natural de Coimbra, reunindo através do jornalismo desportivo, o gosto pela escrita e pelo futebol.