Empresário de Nakajima confirma que jogador não quer treinar com a restante equipa

O jogador japonês do FC Porto Shoya Nakajima tem estado no centro das atenções neste retomar da competição, não pela sua qualidade dentro de campo, mas sim pelo seu afastamento da equipa.

Theodoro Fonseca, empresário do jogador nipónico, concedeu esta segunda-feira à noite uma entrevista à SIC, onde esclareceu todos os contornos deste processo que já vai longo e vai fazendo correr muita tinta.

Concordo com a postura de todas as partes. Esta é a segunda vez que o Nakajima fica afastado do grupo, tendo a primeira ocasião sido devido ao nascimento do seu filho. Ele está sozinho com a sua esposa, que precisa de cuidados especiais. Toda a administração do FC Porto deu apoio, mas o clube assina contrato com o jogador… e não a família“, explicou o empresário brasileiro, confirmando a vontade do seu representado de voltar ao trabalho.

Há vários procedimentos devido à pandemia. A vontade dele é regressar aos treinos, mas é preciso a aceitação do grupo. É um caso delicado e todas as equipas estão a atravessar um período difícil. Ele é profissional e tem de perceber o outro lado“, acrescentou.

Investimento em Portimão

Nesta mesma entrevista, Theodoro Fonseca confirmou ter recebido uma proposta de 35 milhões para a compra do seu capital no Portimonense, onde é sócio maioritário, mas recusou a ideia do clube estar à venda: “O Portimonense não está à venda. Rejeitamos essa proposta [investimento mexicano]. Se o clube descer de divisão? Ainda menos hipóteses! Eu só entrego as coisas em bom estado. O Portimonense precisa é de apoio e um projeto sério“.

 

Fonte da Imagem: Twitter FC Porto

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.