Liverpool sagra-se campeão inglês… trinta anos depois!

O Liverpool sagrou-se esta quinta-feira campeão inglês, após o segundo classificado, Manchester City perder em Londres com o Chelsea, por 2-1, deixando de poder alcançar matematicamente o topo da tabela. Os comandados de Jürgen Klopp lograram assim um feito que já escapava aos “Reds” desde 1990.

O emblema do nordeste de Inglaterra conta há vários anos com um plantel recheado de estrelas e um treinador, (o alemão Jürgen Klopp, que já havia tido um enorme sucesso no Borussia Dortmund, onde venceu uma Bundesliga, em 2011 e chegou à final da Champions, em 2013), capaz de pôr em prática um estilo de jogo vistoso e eficaz, frequentemente apelidado como “um dos melhores do mundo”. Prova disso foi o título da Liga dos Campeões conquistado na época transata. Ainda assim, os homens de Merseyside continuavam a falhar o título da Premier League, muito por “culpa” do também fabuloso Manchester City de Pep Guardiola.

Na presente edição da Premier League, o Livrpool superou todas as expectativas, tendo vencido 27 dos 29 encontros disputados até à paragem motivada pelo Covid-19, e levando uma enorme vantagem sobre todos os rivais.

Porém, o título que até ao mês de março parecia um dado adquirido para os “Reds” esteve perto de não ser atribuído devido à pandemia que assolou o mundo nos últimos tempos. A Liga Inglesa chegou a admitir a hipótese de terminar o campeonato na primavera, não atribuindo o troféu.

Contudo, em maio, o governo britânico decidiu incluir o regresso da Premier League no processo de desconfinamento. A prova recomeçou a 17 de junho e desde aí, a equipa da “cidade dos Beatles” somou um empate e uma vitória. A derrota do City em Stamford Bridge apenas veio confirmar o inevitável.

Com uma equipa “galática”, na qual se destacam, entre outros, o central Van Dijk e o “tridente” ofensivo composto por Mohamed Salah, Sadio Mané e Roberto Firmino, o Liverpool regressou finalmente à glória em Inglaterra.

 

Fonte da Imagem: Twitter Liverpool

Rui Simão da Costa

Um jovem de 24 anos, natural de Coimbra, reunindo através do jornalismo desportivo, o gosto pela escrita e pelo futebol.