Bruno Fernandes brilha e o Manchester United corre pela Champions

O Manchester United recebeu e venceu o Bournemouth por 5-2 este sábado, em jogo a contar para a 33ª jornada da Premier League. Com esta vitória os red devils colam-se cada vez mais aos lugares que dão direito à Liga dos Campeões, enquanto que o Bournemouth está cada vez mais afundado no fim da tabela classificativa.

O jogo foi na sua maioria dominado pelo conjunto da casa, mas isso não impediu que os visitantes fossem os primeiros a celebrar em Old Trafford. Logo à passagem do primeiro quarto de hora, Junior Stanislas aproveitou alguma confusão na grande área do United, fez um túnel a Harry Maguire e bateu De Gea junto ao seu poste num lance onde o médio inglês tinha muito pouco ângulo. O guardião espanhol e o capitão do United a ficarem mal na fotografia.

Apesar deste início menos positivo, o Manchester pegou no jogo a partir daí e assumiu a posse de bola, bem como as oportunidades de golo. Foram apenas precisos 14 minutos para que Bruno Fernandes encontra-se Mason Greenwood com um passe milimétrico. Na frente de Ramsdale, o jovem britânico fuzilou de pé esquerdo. O internacional português continua em grande forma e aumenta a sua participação nos golos do United

Seis minutos depois, o experiente árbitro Mike Dean assinalou penalti a favor do United por mão na bola de Kelly. Marcus Rashford foi chamado a bater e não perdoou, confirmando a reviravolta. Ainda antes do intervalo, os red devils voltaram a faturar. Bruno Fernandes fez o passe para Martial e o avançado francês com um remate de belo efeito da quina da área fez o 3-1.

A segunda parte trouxe ainda mais emoção à partida e logo ao minuto 49 Mike Dean assinalou penalti para o Bournemouth por mão na bola de Bailly. Joshua King, que esteve perto de reforçar o United em janeiro, foi chamado a bater e reduziu para os visitantes.

Nem dois minutos se passaram e o Bournemouth chegou mesmo a fazer aquele que seria o 3-3, por intermédio de Danjuma, mas o lance seria anulado por fora-de-jogo.

Como se costuma dizer na gíria do futebol, quem não marca, sofre e foi isso que aconteceu. Apenas três minutos depois desse lance anulado, Matic ganhou a bola junto à área adversária, deixou em Greenwood e, de pé direito, o jovem inglês colocou o esférico no fundo da baliza de Ramsdale, bisando na partida e fazendo o 4-2.

Os golos não paravam em Old Trafford e ao minuto 59 foi mesmo a vez de Bruno Fernandes fazer o gosto ao pé. O médio luso teve direito a um livre junto à linha da grande área e a bola só parou no fundo da baliza. Estava feito o 5-2 para o United.

A goleada poderia ter sido prontamente ampliada, mas ao minuto 65 Mike Dean anulou um golo a Marcus Rashford, por fora-de-jogo. Seria o 6-2.

Com esta vitória o Manchester United fica provisoriamente no quarto lugar da Premier League, com 55 pontos, à espera de ver o que fará o Chelsea frente ao Watford e o Wolves frente ao Arsenal – jogam ambos ainda este sábado. Ficam também a apenas três pontos do Leicester City, que está em terceiro lugar e venceu este sábado o Crystal Palace por 2-0.

Já o Bournemouth permanece com 27 pontos e está em 19º lugar, o penúltimo, sendo a descida de divisão cada vez mais uma realidade.

 

Fonte da Imagem: Twitter Manchester United

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.