Encarnados desejam o regresso de Garay e Ferro poderá perder espaço na equipa

A confirmar-se, o retorno do veterano argentino à Luz deixará o futuro do defesa português em aberto.

De acordo com o que o jornal O Jogo tem vindo a avançar nas últimas semanas, Ezequiel Garay poderá voltar ao Benfica na próxima época. No final de junho, o próprio central confirmou nas suas redes sociais que iria abandonar o Valência no final da presente temporada, dado que não conseguiu atingir um acordo com Los Ches relativamente à renovação do seu contrato.

Assim, o atleta de 33 anos é neste momento um jogador livre e poderá assinar com qualquer clube a custo zero. Alegadamente, Garay vê com bons olhos um regresso a Lisboa, já que continuaria a atuar num nível elevado e acredita que poderia voltar a atingir a qualidade anteriormente demonstrada em Portugal.

Contudo, existem alguns obstáculos que têm de ser ultrapassados para garantir esta contratação. O primeiro prende-se com o elevado salário que o argentino auferia em Espanha (mais de 2,5 milhões de euros líquidos por época) e do qual só pretende abdicar parcialmente. O segundo é a intenção das águias de se assegurarem que o defesa se encontra em boa forma física, algo que, tendo em conta que ainda se encontra em processo de recuperação de uma rotura dos ligamentos cruzados sofrida em fevereiro e que esteve infetado com o Covid-19, poderá ser um entrave às negociações.

Por fim, segundo avança este domigo o jornal espanhol Super Deporte, o Benfica conta ainda com a concorrência do Inter, Roma e Atlético de Madrid na luta pelos serviços do jogador.

Caso Garay figure mesmo na edição 2020/21 do plantel dos encarnados, quem deverá sair prejudicado é Ferro, tal como o portal Desporto ao Minuto refere este domingo. Depois de ter impressionado na temporada passada, o português tem vindo a ser frequentemente apontado como um dos principais culpados pelo mau desempenho defensivo das águias nesta época, tendo estado presente em oito das nove derrotas da sua equipa este ano.

Após ter-se afirmado como titular habitual, o jogador de 23 anos foi agora relegado para o banco de suplentes e ainda não foi utilizado por Nélson Veríssimo, que tem vindo a apostar na dupla Rúben Dias e Jardel. Assim sendo, com a eventual chegada do argentino e com a continuação deste paradigma, Ferro passaria a ser quarta opção no eixo defensivo, sendo que também Morato (já se estreou pela equipa principal) ambiciona entrar nestas contas.

 

Fonte da Imagem: Instagram Ezequiel Garay

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.