Juve Leo exige demissão da direção do Sporting

A Juventude Leonina, conhecida simplesmente como Juve Leo, exigiu esta segunda-feira, em forma de comunicado publicado nas redes sociais, a demissão a Frederico Varandas da presidência do Sporting.

Num comunicado deixado nas suas redes sociais, a claque mais antiga do clube de Alvalade enumera os vários erros que considera terem sido cometidos pela atual direção leonina, “enquanto a história do clube continua a ser maltratada e desrespeitada por gente incapacitada“, acusando Frederico Varandas, Francisco Salgado Zenha e Hugo Viana de “tentar humilhar o clube“.

Foram muitos, demasiados e embaraçosos os momentos concedidos pelos elementos desta direção, harmonizados, todavia, por um fio que os une a todos: a incompetência“, aponta a claque, que deixou ainda críticas à “quantia obscena” que foi paga pela contratação de Rúben Amorim, atual treinador da equipa principal.

Para além de tudo o que ora se expôs, o desporto, em particular o futebol, é inundado com casos mediáticos de corrupção, de favorecimentos e teias infindáveis que envergonham até os menos atentos ao fenómeno, todos eles, sem exceçãocorelacionados com o clube do outro lado da circular“, acrescenta o comunicado.

Desde casos de transferências indevidas de atletas, de sacos azuis e influências junto da arbitragem e, mais grave, da magistratura nacional em troca de subvenções e promessas. Do Sporting. Do clube que pugna pela verdade desportiva: nem uma palavra. Porque será?“, questiona a Juve Leo.

Em jeito de conclusão, a Juventude Leonina pede ao presidente da Mesa da Assembleia Geral, Rogério Alves, que dê “a palavra aos sócios“, e que coloque ponto final no “silêncio compactuante com os membros da direção“.

 

Fonte da Imagem: Twitter oficial Sporting Clube de Portugal

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.