Jorge Jesus: “Vim para unir a nação benfiquista”

Jorge Jesus apelou à união aos benfiquistas no seu discurso de apresentação, rodeado pela estrutura técnica do Benfica e pela equipa principal dos encarnados, numa cerimónia que teve lugar no Seixal.

“Quero agradecer ao Presidente por acreditar no meu trabalho novamente, acreditar naquilo que é a minha competência e da minha equipa técnica. Acredito no projeto do Presidente, acredito no Presidente a 100% e o projeto que tem para a minha equipa técnica. A todos os benfiquistas, eu vim para ganhar, estou habituado a ganhar. Mas também vim para unir a nação benfiquista. É muito importante todos os benfiquistas perceberem que “um somos todos” [E Pluribus Unum]. Eu não vim para o Benfica para me reformar. LFV ofereceu-me quatro anos de contrato e eu disse “quero um”. Ele rejeitou e fizemos dois anos de contrato.”

Jorge Jesus disse ainda não ser um “salvador”, que quem vai salvar o Benfica são os adeptos. Assegurou ainda que veio para o Benfica pelo projeto e pelo Presidente.

“Eu não vim para o Benfica para melhorar a minha situação salarial, vim ganhar menos dinheiro que no Flamengo. Vim porque acredito no projeto, nesta nação. Quero recuperar o prestígio internacional que o Benfica teve durante muitos anos. Cheguei de um grande clube. De um grande clube que se uniu à volta de um treinador e da sua equipa e ganhámos grandes títulos internacionais. Se eu para vim para o Benfica, foi por uma causa muito grande.”

(em atualização)

Foto: Site oficial Benfica

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.