Nem o golo de João Félix salvou o Atlético e o RB Leipzig está nas meias-finais da Liga dos Campeões

O Leipzig venceu esta quinta-feira à noite o Atlético de Madrid por 2-1 no Estádio de Alvalade, em jogo a contar para os quartos-de-final da Liga dos Campeões, e garantiu a sua passagem para as meias-finais da competição pela primeira vez na sua história. João Félix ainda marcou, mas não chegou para a passagem dos colchoneros.

A primeira parte ficou marcada pela escassez de reais oportunidades de golo, apesar do domínio do Leipzig ter sido patente no Estádio de Alvalade. Os alemães tiveram a bola, em muito porque o Atlético assim o quis, mas nada conseguiram fazer e as equipas voltaram aos balneários empatadas a zero.

No entanto, a segunda parte começou em grande para a formação germânica, que logo ao minuto 51, depois de uma jogada de paciência junto à grande área adversária conseguiu inaugurar o marcador. Marcel Sabitzer cruzou na direita e no coração da área surgiu o espanhol Dani Olmo, para fazer o 1-0.

Diego Simeone respondeu logo de seguida, fazendo entrar o avançado português João Félix, ao minuto 58, saindo o ex-portista Hector Herrera e logo aí se notou que a equipa estava bastante mais móvel e balanceada para o ataque, não só por estar a correr atrás do prejuízo, como também por ter mais um homem no ataque.

A influência do antigo jogador do Benfica foi tal, que ao minuto 69 foi ele mesmo quem sofreu uma falta dentro da grande área adversária após ter sido rasteirado por Klostermann. O defesa do Leipzig viu amarelo, num lance onde os jogadores do Atleti até pediram vermelho, e chamado a bater foi o próprio João Félix. Frente-a-frente com Gulacsi, foi o internacional português quem levou a melhor, igualando a partida.

O Atlético subiu no jogo após o golo, mas não conseguiu dar a volta ao marcador, apesar de ter ficado com cada vez mais posse de bola. O Leipzig manteve-se coeso e ao minuto 87 viu mesmo o seu sofrimento a ser recompensado.

O lateral espanhol emprestado pelo Manchester City, Angeliño, subiu pela sua ala e quando todos esperavam um cruzamento para o centro da área, este cruzou rasteiro para a entrada da grande área. Aí surgiu o médio norte-americano Tyler Adams que desferiu um potente remate rasteiro que desviou em José María Gímenez e enganou assim Oblak, fazendo o 2-1 ao cair do pano.

A formação espanhola ainda investiu nos minutos finais à procura do empate que levasse o jogo a prolongamento, mas nada mais conseguiu que assustar e o Leipzig acabou mesmo por vencer a partida, marcando assim a sua presença nas meias-finais da competição, a primeira vez na sua história.

 

Fonte da Imagem: Twitter UEFA Champions League

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.