FC Porto arrancou a pré-época esta segunda-feira cheio de novidades e com ausências de peso

Os campeões nacionais e vencedores da Taça de Portugal, FC Porto, iniciaram esta segunda-feira a pré-temporada 2020/21 e começaram assim a criar um esboço daquele que será o plantel azul e branco na próxima temporada.

Assim, não foi de estranhar que se registassem algumas mexidas relativas aos jogadores que estiveram presentes neste início dos trabalhos portistas, assim como algumas novidades. O primeiro treino foi apenas aberto aos canais oficiais do emblema azul e branco.

O principal destaque foi mesmo para a ausência do extremo nipónico Nakajima e do avançado cabo-verdiano Zé Luís. O jogador japonês vai já numa longa novela de conflito com a SAD portista depois de se ter recusado a juntar-se ao restante plantel aquando do retomar das competições, após a paragem devido à pandemia de covid-19, e continua agora fora dos planos de Sérgio Conceição, pelo menos por agora, para a próxima época.

Quanto a Zé Luís, o ponta-de-lança chegou à cidade Invicta na época passada e foi mesmo das contratações mais caras azuis e brancas, contudo, não terá convencido totalmente os dirigentes portistas e estará agora na lista de transferíveis dos campeões nacionais.

Além desta dupla, nomes como o de Aboubakar, Diogo Leite, Tomás Esteves, Alex Telles e Tiquinho Soares estiveram presentes no início dos trabalhos, apesar de terem sido frequentemente apontados à saída do Dragão nas últimas semanas.

A estes nomes juntam-se ainda os de Fernando Andrade e Saidy Janko, que estiveram emprestados na época passada e que não deverão permanecer no FC Porto esta temporada, depois de não terem estado presentes no Olival esta segunda-feira.

Relativamente às novidades no plantel que iniciou esta segunda-feira os trabalhos da equipa comandada por Sérgio Conceição, os reforços Carraça e Cláudio Ramos estiveram presentes, ao contrário de Danny Loader, extremo inglês que chegou este verão ao Dragão a custo zero e que deverá integrar, para já, os trabalhos da equipa B portista.

Além do avançado inglês, também o jovem central português formado no Olival, Diogo Queirós, deverá integrar inicialmente os trabalhos da equipa secundária portista, uma vez que não esteve presente esta segunda-feira no arranque da pré-época da equipa principal, depois de na época passada ter estado emprestado aos belgas do RE Mouscron (fez 21 jogos e marcou um golo).

 

Fonte da Imagem: Reprodução Site FCP

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.