Messi diz “não” ao Barcelona

Rebentou a bomba em Camp Nou. Segundo o canal televisivo argentino “Tyc Sports” o astro de 33 anos terá notificado o clube que pretende terminar o seu contrato imediatamente, não integrando a pré temporada dos “blaugrana”.

Os maus resultados desportivos desta temporada, nota “especial” para o desastre 8-2 diante do Bayern Munique, e a falta de crença no futuro do projeto do clube serão os motivos que levam Messi a querer abandonar o seu clube de formação. Mesmo depois de uma reunião recentemente com Ronald Koeman, novo treinador do clube, que não serviu para convencer o jogador.

A sua saída deverá consumar-se através de uma cláusula no seu contrato que lhe permite rescindir o seu vínculo com o clube no final da temporada e sair a custo zero. Contudo, a interpretação da cláusula poderá abrir uma “guerra” entre jogador e clube. Em causa está a interpretação do “fim da temporada”, pois a época 2019/2020 arrastou-se para agosto, com o decorrer da Liga dos Campeões, contudo o clube não vê nenhuma mudança ao tradicional fim de temporada em maio.

Manchester City, Inter Milão, PSG, e até clubes da MLS estão entre os fortes candidatos à contratação do argentino, colocando-se em questão quem poderá pagar o seu imenso salário, simultaneamente cumprindo os regulamentos do “fair-play” financeiro da UEFA, caso se mantenha no futebol europeu.

Estaremos assim a testemunhar o fim da era Messi em Barcelona, 20 anos depois?

José Horta

Não nasci a gostar de futebol, mas quando comecei nunca mais quis outra coisa. Algarvio de nascença mas adepto do futebol para além daquele que se joga na praia. Sempre atento aos contornos e novidades do "Desporto Rei", "Beautiful Game" ou lhe quiserem chamar. Aluno universitário de Ciências da Comunicação na FCSH.