Quem te viu e quem te vê: Cristian Sapunaru

Na rubrica “Quem te viu e quem te vê” desta semana trazemos um jogador que se destacou no dragão, mas depois não acabou por vingar. Recorda-se do defesa Cristian Sapunaru? 

Nasceu no dia cinco de abril de 1984 em Bucareste, na Roménia. Começou a dar os primeiros toques na bola com apenas seis anos nas escolas do FC National de Bucareste. Rápido se mostrou ser um jogador com qualidade e o Rapid Bucareste acolheu o jovem defesa já quando era sénior.

Chegou ao Rapid Bucareste com 23 anos, mas pelo à vontade que tinha dentro de campo parecia um menino a correr atrás da redondinha. Em 2006/2007, ano em que chegou ao Rapid Bucareste, fez 28 jogos e apontou um golo. Na temporada seguinte fez mais 36 jogos e apontou outros dois golos. O interesse de fora e os olhos no romeno começaram a crescer.

Em 2008/2009 Sapunaru chegou a acordo com o FC Porto e escolheu a invicta como a sua nova casa. Foram precisos 2.5 milhões de euros e o empréstimo de dois jogadores para que Sapunaru viesse para os dragões. Facto interessante é que nesta altura o treinador do Rapid Bucareste era José Peseiro.

Sapunaru chegou e conquistou. Na sua temporada de estreia de dragão ao peito fez 32 jogos e apontou um golo. Destacava-se pela sua presença em campo e pela sua raça. No entanto, no ano seguinte, 2009/2010, o jogador romeno fez apenas dez jogos nos dragões e depois foi emprestado de novo ao Rapid Bucareste no mercado de inverno. No resto dessa temporada fez apenas dez jogos e apontou três golos.

Voltou ao FC Porto e fez a sua melhor temporada na sua carreira futebolística. Fez 41 jogos, foi campeão nacional, ganhou a Taça de Portugal, a Supertaça e ainda venceu a Liga Europa. Sem dúvida uma temporada excelente não só para o jogador, mas também para o FC Porto. Depois de uma grande temporada, Sapunaru não jogou muito na época seguinte. Com a chegada de Danilo, Sapunaru viu o seu lugar desaparecer e chegou a hora de dizer adeus ao Porto.

Rumou para Espanha para representar o Real Zaragoza, a custo zero. Apesar de ter feito uma boa temporada ao serviço do clube espanhol, a equipa ficou nos lugares mais baixos da tabela. Em 2013/2014, deixou o Zaragoza e foi para o Elche, também a custo zero. Pouco ou nada jogou.

Com a idade a pesar um pouco mais nas pernas, Sapunaru decidiu regressar ao seu país de origem e a uma casa que já conhecia bem, o Rapid Bucareste. Apesar de ter marcado quatro golos, apenas fez 13 jogos. Na temporada seguinte transferiu-se para o Pandurii, onde apontou seis golos em 24 jogos. Em 2016/2017, mudou-se para o Astra Giurgiu e fez a sua melhor época em termos de números, fazendo dez golos em 49 jogos.

Mas e agora? Sabe onde anda o romeno? Hoje Sapunaru tem 36 anos e joga no Kayserispor da Turquia. Depois do Astra Giurgiu, Sapanaru foi transferido por apenas 300 mil euros para o clube turco, onde atua também Miguel Lopes que tinha sido seu colega no Porto.

Sem dúvida Sapunaru não chega a ser considera um grande flop, mas com a vontade que tinha, depois do FC Porto se calhar tinha capacidade para um clube de melhor qualidade para além do Real Zaragoza. Depois de rumar a Espanha claramente a carreira do romeno teve um destino que se calhar tinha sido bem diferente caso tivesse tomado outra decisão.

 

Fonte da imagem: Twitter Oficial FC Porto

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.