Sorteio da Liga NOS e Segunda Liga realiza-se esta sexta-feira. Conheça as condicionantes

Os sorteios da Liga NOS e Segunda Liga realizam-se esta sexta-feira, pelas 19h, em Vila Nova de Gaia e a Liga Portugal divulgou esta quinta-feira as várias condicionantes dos mesmos, sendo que o seu foco foi o “reforço da proteção às equipas que disputam as competições europeias“.

Tendo em conta esse objetivo, por exemplo, no ponto 5 pode ler-se que o princípio passa por “evitar, na medida do possível, que um clube que dispute um jogo com uma equipa participante nas competições europeias (UEFA Champions League ou UEFA Europa League) dispute o jogo da jornada imediatamente seguinte novamente com um clube participante nessas mesmas competições.”

Além disso, “as equipas participantes nas fases de qualificação para competições europeias não podem jogar com os cinco primeiros classificados da Liga NOS da época transata (1.ª, 2.ª e 3ª jornadas)”, o que quer dizer que FC Porto, Sporting, Benfica e Sporting de Braga não se poderão defrontar no início desta nova época, no campeonato pelo menos.

No que toca à Segunda Liga, a lista de condicionantes é bastante menor, indo o destaque para a regra de que as equipas B em competição, neste caso do Benfica e do FC Porto, apenas se puderem defrontar na última jornada de cada volta.

Conheça as condicionantes:

Liga NOS:

1. A segunda metade da competição terá que ser um espelho da primeira;

2. As seguintes equipas não poderão jogar simultaneamente em casa ou fora, na mesma jornada (i.e. se uma joga em casa a outra terá que jogar fora):

a. SL Benfica e Sporting CP

b. FC Porto e Boavista FC

c. SC Braga e Vitória SC

d. Marítimo M. e CD Nacional

e. Gil Vicente e FC Famalicão

f. Portimonense e SC Farense

Acordado com as Forças de Segurança

3. Evitar, na medida do possível, que a mesma equipa dispute consecutivamente em casa ou fora, os seus jogos com as cinco equipas que, nas três épocas desportivas antecedentes, tenham tido melhor classificação média:

a. FC Porto – 17,67 pontos

b. SL Benfica – 17,33 pontos

c. Sporting CP – 15,67 pontos

d. SC Braga – 15,33 pontos

e. Rio Ave FC – 13,33 pontos

4. Evitar, na medida do possível, que a mesma equipa tenha duas deslocações consecutivas às Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores;

5. Evitar, na medida do possível, que um clube que dispute um jogo com uma equipa participante nas competições europeias (UEFA Champions League ou UEFA Europa League) dispute o jogo da jornada imediatamente seguinte novamente com um clube participante nessas mesmas competições:

Nas jornadas 5,6,8,9,20,23,26,27,28,29,30 não poderá haver jogos entre equipas da Liga dos Campeões e Liga Europa;

Nas jornadas 27,28,29 uma equipa que defronte outra participante na Liga Europa, na jornada seguinte não poderá defrontar nenhuma das que participam na Liga dos Campeões;

Se uma equipa jogar na jornada 27 contra uma equipa da Liga Europa, essa equipa não pode jogar na jornada 28 contra uma equipa que na jornada 29 se defronte com uma equipa da Liga dos campeões.

6. Outras circunstâncias de força maior ou excecionais devidamente comprovadas:

a. As equipas participantes nas fases de qualificação para competições europeias não podem jogar com as equipas das ilhas (1ª e 2ª jornada casa e fora; 3ª jornada fora);

b. As equipas participantes nas fases de qualificação para competições europeias não podem jogar com os cinco primeiros classificados da Liga NOS da época transacta (1ª,2ª e 3ª jornada);

c. CD Nacional não deve receber equipas em competições Europeias imediatamente antes de jogos de Competições Europeias ou Seleções.

d. Primeira Jornada – SC Farense joga na qualidade de visitante;

e. Última jornada – Belenenses SAD joga na qualidade de visitante;

LigaPro:

1. A segunda metade da competição terá que ser um espelho da primeira;

2. As duas equipas B em competição (FC Porto B e SL Benfica B) deverão jogar entre si na última jornada de cada volta;

 

Fonte da Imagem: Twitter FC Porto News

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.