FPF apresenta a Liga 3, o último patamar antes do futebol profissional

A Federação Portuguesa de Futebol aprovou e apresentou esta quarta-feira o nome e a imagem da Liga 3, nova competição que vai arrancar na temporada de 2021/22 com 24 clubes (22 oriundos do Campeonato de Portugal, mais os dois despromovidos da II Liga).

A organização que tutela o futebol nacional aponta três eixos fundamentais para a competição: três eixos fundamentais: preparar os clubes para a Segunda Liga, criar espaço de desenvolvimento para jogadores jovens portugueses e promover o equilíbrio financeiro dos clubes.

Durante as primeiras duas épocas da Liga 3, haverá 24 participantes, mas a partir de 2023/24 esse número baixa para 20. Há um grande incentivo à promoção dos jogadores e treinadores portugueses. Poderão ser inscritos 25 jogadores por equipa, com pelo menos 13 jogadores formados em Portugal em cada ficha de jogo. Já os treinadores necessitarão de Grau III, excetuando os técnicos que tenham conseguido a promoção desde o Campeonato de Portugal.

O diretor de marketing da FPF, Nuno Moura, refere que a imagem gráfica da Liga 3 “pretende enfatizar o puro futebol e a pluralidade, em termos desportivos e sociais. O número “3”, desenhado com formas eletrizantes, traduz uma combinação pura de arte e ciência, onde o tradicional e a modernidade se fundem para corresponder ao ADN desta nova e única competição”.

Foto: FPF

David Silva

Contar a minha história é falar de futebol. Primeiro, a paixão. Depois, a prática. Em seguida, uma deslocação de 71km entre a Lourinhã e a NOVA/FCSH, onde concluí o curso de Ciências da Comunicação, em 2019. Pelo meio, nove meses de estágio memoráveis no Canal 11, na Cidade do Futebol. E por fim, a paixão. Sempre.