Mourinho perde Son por lesão e culpa calendário: “É este o respeito que o Tottenham merece”

Treinador português teceu duras críticas ao calendário dos spurs.

Na receção ao Newcastle no passado domingo (partida que terminou 1-1), Son Heung-min teve de ser substituído ao intervalo por Steven Bergwijn. No final do encontro, José Mourinho esclareceu que este havia contraído uma lesão na coxa e que estaria de fora das opções durante algum tempo.

Posteriormente, o técnico português culpou o apertado calendário atribuído ao Tottenham pela mazela do sul-coreano e anteviu que este não vai ser o único caso no plantel: “Esta foi apenas a primeira lesão. Na terça-feira teremos outra, na quinta-feira mais outra e no domingo mais algumas. É este o respeito que o Tottenham merece.”

Já hoje, na antevisão ao jogo com o Chelsea para a Taça da Liga inglesa, marcado para amanhã, o special one voltou a queixar-se: Gostava de lutar para ganhar a Taça da Liga mas acho que não posso. Temos um jogo na quinta-feira. Não nos dará tanto dinheiro como a Liga dos Campeões mas estar na fase de grupos dá uma quantia generosa e importante para um clube como o Tottenham. O jogo de quinta-feira é muito importante. O Chelsea jogou no sábado, têm domingo e segunda-feira para descansar e jogam na terça. O treinador deles tem um plantel fantástico, poderá não rodar jogadores se assim quiser. Nós jogámos domingo, jogamos amanhã, jogamos na quinta-feira e ainda no domingo.”

Recorde-se que os spurs começaram a temporada no dia 13 deste mês e somam já cinco jogos oficiais. Para além da já referida partida com os blues, o conjunto londrino vai também receber o Maccabi Haifa para os playoffs da Liga Europa na quinta-feira e no domingo jogará fora contra o Manchester United na quarta jornada da Premier League, perfazendo um total de oito jogos em apenas três semanas desde o início da época.

 

Fonte da Imagem: Twitter @Hotspur_World

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.