Últimos dez minutos deixam Mourinho com as mãos na cabeça

Um jogo só acaba quando o árbitro apita… E a equipa de Mourinho aprendeu essa lição da maneira mais difícil. O Tottenham recebeu o West Ham num encontro a contar para a quinta jornada da Premier League e aos 80 minutos, os três pontos pareciam garantidos para a turma do Special One, que vencia por três bolas a zero, mas dez minutos catastróficos permitiram a recuperação da equipa de East End, com a partida a acabar empatada a três.

O jogo começou da melhor forma para os homens da casa, com Heung-Min Son a inaugurar o marcador no primeiro minuto de jogo, assistido por Kane. Seis minutos depois, os protagonistas trocaram-se e foi o coreano que assistiu o inglês para dilatar a vantagem para duas bolas. Começava-se a perspetivar uma derrota pesada para a equipa de David Moyes, isto porque à passagem do quarto de hora de jogo, Harry Kane acabava de bisar na partida.

Após o intervalo, os spurs tiraram o pé do acelerador e procuraram impedir o desgaste físico dos seus jogadores. Ao minuto 72´, Gareth Bale entrou na partida, no que na altura pareceu um regresso de sonho para o gaulês à sua antiga casa, com a sua equipa a vencer por uma vantagem confortável. Mas o sonho tornou-se rapidamente num pesadelo…

Na sequência de um livre de bola parada, Balbuena cabeceou de forma certeira para inaugurar o marcador para os hammers aos 82´. Três minutos depois, Davinson Sanchéz colocou a bola na própria baliza e, nos últimos instantes da partida, Lanzini rematou uma autêntica “bomba” que bateu Lloris e consolidou o empate final. Mourinho nem queria acreditar no que tinha acabado de acontecer, mas a Premier League é feita disto mesmo, emoção e incerteza até ao último minuto.

Após este empate, o Tottenham perdeu a possibilidade de ascender aos lugares cimeiros da classificação, permanecendo no sexto posto da tabela, com oito pontos. Já o West Ham encontra-se dois lugares abaixo dos spurs, com sete pontos acumulados. O encontro seguinte de Mourinho e companhia será a contar para a primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa, com a equipa a receber os austríacos do Lask Linz na próxima quinta-feira.

Fonte da imagem de capa: Twitter @11xOnze

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.