City e Liverpool empatam a uma bola

Manchester City e Liverpool empatam a uma bola no Etihan Stadium, num jogo em que os dois treinadores se conseguiram anular mutuamente. 

Nesta tarde, num jogo a contar para a 8ª jornada da Premier League, as duas equipas não foram além de um empate. Guardiola, o treinador da equipa da casa optou por colocar no 11 inicial os portugueses João Cancelo e Ruben Dias a titulares, deixando Bernardo Silva no banco, por sua vez, Klopp, o treinador dos visitantes, optou por colocar Diogo Jota de inicio, provavelmente porque o jogador português está num momento “espetacular”.

Decorria o minuto 13 do jogo quando os visitantes se colocaram à frente do marcador através de uma conversão de penalti por parte de Mohamed Salah. Kyle Walker derrubou Mané, e na marca dos 11 metros o egípcio do Liverpool não vacilou.

A chegar à meia hora de jogo, os citizens chegaram à igualdade a partir do brasileiro Gabriel Jesus. Após passe de Kevin De Bruyne, o avançado brasileiro com um toque sublime recebeu a bola e colocou-a no fundo das redes. O empate estava feito, contudo a equipa de Guardiola poderia ter ido para o intervalo a ganhar. Numa penalidade assinalada por braço de Joe Gomez, o belga De Bruyne falhou a baliza.

Na segunda parte o português Bernardo Silva entrou para o lugar de Ferran Torres. Uma segunda parte muito disputada no meio campo em que apenas uma oportunidade de relevo surgiu, uma cabeçada de Gabriel Jesus a passar por centímetros o poste. O Liverpool estava mais conformado com o resultado e daí o City ter mais bola, contudo não conseguiu chegar à vantagem do marcador.

Em declarações após jogo, o treinador do Liverpool ficou impressionado com “este jogo espetacular”.

“Para ser honesto foi um super jogo de futebol. Duas equipas de topo e prontas para uma enorme batalha. Foi incrível a energia das duas equipas. Após 10/15 minutos era possível ver como eles estavam. Estou realmente satisfeito pelo Manchester City ter tido poucas oportunidades. O nosso começou foi muito, muito bom. Rápidas jogadas de contra-ataque, mas foi uma pena que não estivéssemos bem na finalização”, afirmou Klopp.

O Manchester City ocupa agora a 11ª posição na tabela e o Liverpool que poderia ter subido ao primeiro lugar terá de se contentar pela 2ª posição.

 

Créditos da imagem de capa: skysports.com

João Simões

Desde pequeno que sempre me incutiram um grande amor e gosto pelo “Desporto Rei”. Comecei a dar uns toques em pequeno mas agora dedico-me arduamente a seguir e a acompanhar o futebol, com um olho na bola e o outro no papel, acabei por me licenciar em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior e atualmente estou no Mestrado de Jornalismo. Que este amor pelo FUTEBOL nunca morra.