Noites de sonho para Messi e Félix e pesadelos para o Real na nona jornada da LaLiga

O Barcelona afastou as polémicas em volta da sua situação financeira e diretiva com uma goleada sobre o Bétis, com Messi em destaque. O Real Madrid, por sua vez, caiu com estrondo no Mestalla, sendo goleado pelo Valência numa noite desastrosa para a defesa merengue. Já o Atlético de Madrid beneficiou de uma noite inspirada de João Félix para vencer por uma larga margem o Cádiz em casa.

O Barcelona recebeu em Camp Nou o Bétis, com os culés  a golearem o conjunto de William Carvalho, que foi titular pela equipa de Sevilha, por cinco a dois. Ousmane Dembelé foi quem inaugurou o marcador aos 22 minutos. Dez minutos depois, Griezmann ainda desperdiçou a oportunidade de dilatar a vantagem dos homens de Koeman, com o antigo guarda redes do clube catalão, Claudio Bravo, a adivinhar o lado para o qual o avançado francês iria rematar e a defender. O Bétis empatou o jogo mesmo antes do intervalo, com Sanabria a ficar isolado frente a ter Stegen e a repôr a igualdade na partida.

Pouco depois do intervalo, Griezmann esteve de novo em evidência, desta vez ao concretizar o segundo golo do Barça, após um passe de Jordi Alba. Aos 60 minutos, o Bétis ficou com menos um jogador em campo após Aissa Mandi ver o cartão vermelho direto após uma falta dentro da sua grande área. Lionel Messi, que apenas entrou na partida após o intervalo, assumiu a cobrança do lance e ganhou a disputa contra Bravo, estabelecendo o terceiro golo dos catalães. Loren ainda reduziu a desvantagem da sua equipa 12 minutos depois, numa altura em que Trincão já se encontrava também em campo, mas a vitória seria mesmo do Barça. Messi fez o quarto golo da sua equipa, bisando na partida aos 82´após assistência de Sergi Roberto e Pedri fixou o resultado final nos noventa, após novo passe do lateral espanhol. Uma resultado que parecia tremido para os blaugrana na altura do intervalo mas que, após Messi entrar na partida ganhou outro ritmo e não deixou margem para dúvidas quanto ao justo vencedor.

Fonte da imagem: Twitter @FCBarcelona

O Sevilha recebeu em casa o Osasuna e levou a melhor no encontro, arrecadando uma vitória por um a zero. O golo solitário da turma de Lopetegui veio na passagem da hora de jogo, altura em que Ocampos converteu com sucesso uma grande penalidade assinalada contra os visitantes. Segunda vitória seguida na liga para os sevilhanos, que sofreram um começo abaixo das expetativas no campeonato e ocupam atualmente o 12º posto da classificação, com dois jogos em atraso.

O Atlético de Madrid recebeu e goleou o Cádiz por quatro bolas a zero num encontro de um só sentido. João Félix não quis esperar muito para mostrar que a sua boa forma não tinha sinais de abrandar, cabeceando dentro da grande área o primeiro golo da turma de Simeone aos oito minutos, após cruzamento de Marcos Llorente. O mesmo Llorente que, um quarto de hora depois, apontou o segundo golo colchonero com um remate rasteiro. Na segunda parte, o sentido do jogo não se alterou. Félix voltou a ter destaque aos 51´, altura em que assistiu Luis Suárez para o uruguaio fixar números de goleada com o terceiro tento do Atlético na partida. O internacional português, no entanto, ainda tinha fome para mais e conseguiu-o nos instantes finais da partida, ao rematar ao canto inferior esquerdo da baliza adversária após um cruzamento teleguiado de Correa. Mais uma exibição notável do jovem português para juntar às recentes que tem efetuado, para agrado de Diego Simeone.

Fonte da imagem: Twitter @Atleti

O Villarreal foi a casa do Getafe vencer por três bolas a uma. Paco Alcácer inaugurou o marcador aos 11 minutos de jogo, tento ao qual os homens da casa responderam por meio de Arambarri, que empatou a partida cinco minutos depois. Um mero minuto depois, a vantagem voltaria de novo para aos mãos do Submarino Amarelo, com Manu Trigueros a apontar o segundo golo dos visitantes. Na segunda parte, Moreno confirmou mesmo os números que seriam os finais da partida, com o espanhol a aproveitar o espaço concedido na área adversária para confirmar o triunfo da sua equipa aos 62´. O Villarreal, com este triunfo, ocupa o segundo lugar na LaLiga com 18 pontos somados em nove partidas disputadas, um registo muito positivo para os pupilos de Unai Emery.

O surpreendente líder do campeonato espanhol, Real Sociedad, também venceu a sua partida, com os bascos a vencerem no seu terreno o conjunto do Granada por duas bolas a zero. Os dois tentos foram apontados na primeira parte e num espaço de cinco minutos, com Nacho Monreal (22´) e Oyarzabal (27´), de grande penalidade, a fixarem os números da quinta vitória consecutiva da equipa que tem sido a maior sensação até agora da LaLiga.

Fonte da imagem: Twitter @RealSociedadEN

O Real Madrid e o Valência foram as últimas equipas a entrar em campo na jornada. A defesa dos merengues teve uma noite catastrófica no Mestalla, com o clube a ser goleado por quatro a um pela turma de Javi García, após três grandes penalidades cometidas e um auto-golo. Os madridistas ainda começaram em vantagem na partida, com Karim Benzema a inaugurar o marcador aos 23´com um remate fora da área. Aos 35´, Lucas Vásquez tocou com a mão na bola dentro da sua grande área, levando à marcação de uma grande penalidade que, à segunda tentativa, foi convertida com sucesso por Carlos Soler. Mesmo antes do apito para o intervalo, Varane foi alvo de um infeliz azar, ao introduzir a bola na sua própria baliza, levando a uma reviravolta no resultado.

Na segunda parte, os pesadelos estariam longe de terminar para a turma de Zidane. Aos 52´, Marcelo fez uma falta dura dentro da sua área, levando a que o novo castigo máximo fosse assinalado. Carlos Soler voltou a assumir a cobrança do lance, batendo de novo Courtois, que apesar de ter adivinhado o lado para o qual o espanhol atirou, não conseguiu evitar que o remate terminasse dentro das suas redes. Dez minutos depois, foi a vez de Sérgio Ramos tocar com a mão na bola dentro da sua área, levando a que um terceiro penálti fosse assinalado pelo juiz da partida. Carlos Soler voltou a assumir a cobrança e consolidou mesmo o seu hat-trick, com os seus três golos a virem todos a partir da marca dos onze metros. A turma de Zidane saiu desta forma goleada do Mestalla após quatro golos que vieram de falhas individuais em momento defensivo, numa noite para esquecer para os defesas blancos.

Fonte da imagem: Twitter @goal

Com o fim da nona jornada, a Real Sociedad é líder da LaLiga com 20 pontos somados, tendo o Villarreal logo atrás de si, com menos dois pontos. No terceiro lugar encontra-se o Atlético de Madrid, que soma 17 pontos mas tem menos dois jogos que os dois classificados que se encontram acima de si na tabela. Em quarto situa-se o Real Madrid, com 16 pontos e ainda um encontro em atraso em relação à maioria das restantes equipas. Nota para o Barcelona, que aos poucos vai subindo lugares na tabela classificativa após um início desanimador no campeonato, ocupando a oitava posição com 11 pontos somados e dois encontros em atraso.

Outros resultados da jornada:

Elche 1 – 1 Celta de Vigo

Huesca 1 – 1 Eibar

Real Valladolid 2 – 1 Athletic Bilbao

Levante 1 – 1 Alavés

Fonte da imagem de capa: Twitter @Atleti

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.