Klopp critica calendário dos clubes e emissoras televisivas

Jürgen Klopp é, junto com José Mourinho, líder da Premier League após o Liverpool ter vencido o Leicester City no passado domingo por três a zero. Se, por um lado, isso seria motivo de festejos para o técnico, a onda de lesões que tem assolado os reds tem sido o ponto negativo do clube nos últimos tempos e o alemão não hesitou em criticar o papel das emissoras televisivas no calendário apertado em que os clubes competem.

Após a vitória em Anfield frente aos foxes, Klopp aproveitou a flash-interview para lançar fortes críticas à BT Sport e Sky Sports, emissoras televisivas que detém os direitos de transmissão dos jogos em Inglaterra. “Não falo disto por nós, falo disto por causa dos jogadores. Se vocês não começarem a falar com a BT estamos feitos. Se a Sky e a BT não conversarem e se continuarmos a jogar quarta e domingo às 12H30, não tenho a certeza de que vamos terminar a temporada com 11 jogadores em campo. Sei que vocês não querem saber e é esse o problema”, declarou o treinador.

Klopp prosseguiu afirmando que este é um problema que não afeta apenas o Liverpool, mas os restantes emblemas no geral. “Não estou a falar só do Liverpool. Falo dos jogadores que estão por aí. Ontem, o Piqué lesionou-se gravemente. Hoje o Saka também, ele que jogou os três jogos da seleção inglesa durante a pausa para seleções. Este é um problema gigante. Jogamos com a Atalanta na quarta e depois às 12H30 (no próximo sábado) com o Brighton. É um presente de Natal antecipado. Vamos estar a tremer. Senhores, comecem a falar e tomem decisões. Gosto da relação que tenho convosco, mas se alguém me volta a falar de contratos vou ficar louco”, prometeu, terminando a entrevista dizendo que os contratos atuais dos jogadores não foram pensados para uma temporada afetada por uma pandemia.

São vários os jogadores que se encontram fora das opções do técnico devido a lesão. Virgil van Dijk, Joe Gomez, Trent Alexander-Arnold, Alex Oxlade-Chamberlain, Thiago Alcântara, Naby Keita (lesionou-se no jogo com o Leicester City), Jordan Henderson e Rhys Williams são atualmente todos nomes que se encontram a recuperar de lesão e não estarão disponíveis para alinhar pelo emblema inglês nas suas próximas partidas. A boa notícia para o clube red é que Mohamed Salah está recuperado da infeção por Covid-19 que o afastou do embate com o Leicester e volta a estar apto para jogar às ordens de Klopp.

O Liverpool volta a entrar em campo diante da Atalanta na próxima quarta-feira, numa partida a contar para a quarta jornada da fase de grupos da Champions League e que terá lugar em Anfield. A turma de Klopp é atual líder do seu grupo na liga milionária com nove pontos acumulados em três jornadas disputadas.

Fonte da imagem de capa: Twitter @Somos_Liverpool

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.