Messi falha convocatória do Barcelona para a Champions

Lionel Messi e Frenkie de Jong são os principais nomes a falharem a convocatória do Barcelona para o confronto com o Dínamo Kiev na quarta jornada da fase de grupos da Champions League. Ronald Koeman já veio a público explicar que a ausência de ambos os jogadores se deve a opção técnica.

O Barcelona viaja amanhã até ao terreno do Dínamo Kiev para uma partida a contar para a quarta jornada da liga milionária. Os blaugrana têm várias baixas de peso para o confronto devido a lesão, tais como são os casos de Samuel Umtiti, Sergio Busquets, Ansu Fati e, mais recentemente Gerard Piqué e Sergi Roberto, que se lesionaram na última partida do clube e vão estar indisponíveis por vários meses.

Messi e de Jong juntaram-se, com alguma surpresa, à lista de jogadores que não fazem parte da ficha de jogo para o embate e Ronald Roeman justificou a decisão em conferência de imprensa. “Decidimos não levar o Leo e o De Jong porque a situação na Liga dos Campeões é boa e podem descansar. Têm feito muitos jogos”, considerou, revelando ainda que mantém a total confiança no astro argentino para que ele seja o jogador diferenciado que o clube necessita.

Francisco Trincão, por outro lado, marca presença na convocatória do técnico holandês e poderá ser um dos titulares na equipa do Barça para o encontro em Kiev. O Barcelona ocupa atualmente o primeiro posto do seu grupo com nove pontos, tendo a Juventus no seu alcance com menos três e é esperado que promova várias alterações no seu onze de forma a poupar alguns dos seus jogadores mais utilizados nos últimos jogos.

Fonte da imagem de capa: Twitter @PortalMessiBRA

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.