Portimonense confirma desejo de contratar Keisuke Honda

O nome do veterano Keisuke Honda tem sido apontado de forma recorrente como um alvo do Portimonense para o mercado de inverno. Agora, foi Rodiney Sampaio, o presidente da SAD algarvia, a confirmar o interesse do clube em contar com os serviços do japonês.

Keisuke Honda representa atualmente o emblema brasileiro do Botafogo mas termina o seu contrato com o clube em janeiro, situação que não passou despercebida ao dirigente do Portimonense, que assumiu o desejo do clube em abordar o jogador. “Vamos aguardar mais alguns dias. Para já, o Honda tem contrato com o Botafogo, e, até por uma questão de respeito para com este clube, não nos vamos intrometer. Assim que ele terminar o vínculo com o Botafogo poderá haver desenvolvimentos”, declarou Rodiney Sampaio ao jornal OJogo.

O presidente da SAD reiterou no entanto que Honda, caso acabe por assinar pelos algarvios, terá de trazer consigo uma mentalidade vencedora. “(Keisuke Honda) Gosta de trabalhar, de ganhar e de cobrar. Se ele vier para o Portimonense, é para ganhar e não para passear. Quando as coisas não correm bem, é sempre o primeiro a cobrar”, afirmou.

Honda, atualmente com 34 anos, conta com 25 jogos disputados e três golos apontados pelo Botafogo na presente temporada. Na sua carreira, teve passagens memoráveis pelo CSKA de Moscovo e AC Milan e, desde a sua saída de Itália, tem experimentado campeonatos de outros continentes, tendo atuado por emblemas como o Pachuca (México) e o Melbourne Victory (Austrália). Depois de uma curta passagem pelos holandeses do Vitesse, assinou pelo Botafogo no início de 2020 e agora poderá seguir viagem para Portimão, que afirma-se como um dos mais prováveis destinos do experiente médio/extremo japonês que conta com sete troféus no seu palmarés, com destaque para a conquista de dois campeonatos russos e uma Supertaça de Itália.

Fonte da imagem de capa: Twitter @CTransferencias

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.