Liga dos Campeões: O derradeiro momento das decisões

E assim se fecha a fase de grupos da maior competição de clubes do mundo!

No grupo A, o Bayern, que já tinha garantido o primeiro lugar do grupo, aproveitou para descansar os pesos pesados contra o Lokomotiv Moscovo. Ainda assim, chegou para bater os russos por 2-0, com Choupo-Moting e Niklas Sule a colocar a bola no fundo das redes da formação adversária. Já o Atlético Madrid e o RB Salzburg discutiram o segundo e o terceiro lugar do grupo. Os colchoneros apenas precisavam de ganhar ou empatar para garantir a passagem aos oitavos de final, e uma vitória por 2-0 chegou para o fazer. Assim, o Bayern vence o grupo, o Atlético passa em segundo e os austríacos vão disputar a Liga Europa.

O grupo B era aquele mais em aberto ao início da jornada: todas as equipas ainda tinham possibilidade de passar à próxima fase. O Real Madrid, com a possibilidade de descer à Liga Europa no horizonte, venceu os alemães do Borussia Monchengladbach por 2-0, com Karim Benzema a bisar. Desta forma os blancos conseguem o primeiro lugar do grupo, renegando os ‘Die Fohlen’ para a segunda posição, sendo que estes tiveram de esperar pelo resultado do outro jogo do grupo para confirmar o seu apuramento. A Inter e o Shakhtar empataram a zeros, o que permitiu com que os ucranianos comandados por Luís Castro voltassem a jogar a Liga Europa, enquanto a formação de Antonio Conte termina no último lugar do grupo.

No grupo C, tanto o Porto como o Manchester City já tinham garantido a passagem aos oitavos de final, pelo que apenas faltava decidir a equipa que descia para a outra competição. Os ingleses derrotaram o Marselha de André Villas Boas por 3-0, com Sergio Aguero a regressar aos golos. O Porto venceu o Olympiakos por 2-0 (golos de Otávio e Uribe), num jogo que viu Rúben Semedo ser destaque pela negativa através da sua expulsão. O Manchester City fica no topo do grupo, o Porto em segundo e o Olympiakos na terceira posição.

O grupo D era visto como um dos mais interessantes e seguramente não desapontou. O Liverpool já tinha a passagem à próxima fase conquistada pelo que pôde descansar alguns dos seus jogadores frente ao Midtjylland. O jogo terminou 1-1, com Salah a marcar para a turma de Jurgen Klopp. A Atalanta foi a Amesterdão com a necessidade de fazer pelo menos um ponto frente ao Ajax. Conseguiu de lá levar três pontos após um golo de Freuler. Liverpool mantém-se no primeiro lugar, a Atalanta consegue a segunda posição e o Ajax volta à Liga Europa.

O Grupo E estava  fechado, com o Chelsea e o Sevilha já garantidos na próxima fase, e com o Krasnodar a garantir o terceiro lugar no confronto direto com o Rennes, independentemente dos resultados da sexta jornada. O Krasnodar foi a Londres empatar 1-1 com o Chelsea, que aproveitou para estrear alguns jovens. O Rennes recebeu e foi batido pelo Sevilha por 3-1 (Kounde e El Nesyri x2 marcaram os golos dos espanhóis). O Chelsea conquista o estatuto de cabeça de série no sorteio dos oitavos de final, o Sevilha o segundo lugar e o Krasnodar é renegado à Liga Europa.

No grupo F, apenas o Dortmund estava assegurado na próxima fase, sendo que ainda não tinha garantido o primeiro lugar. A Lazio e o Club Brugge lutaram pela última vaga do grupo, sendo que os belgas a garantiam apenas com uma vitória. O jogo terminou 2-2, o que significa que o clube de Roma é o segundo classificado do grupo. Os alemães foram à Rússia derrotar o Zenit por 2-1, num jogo que fica para a história com a estreia de Moukoko que, 18 dias após celebrar 16 anos, se tornou no jogador mais novo de sempre a jogar a liga milionária. O Borussia garante o primeiro lugar, a Lazio o segundo e o Club Brugge desce de competição.

A última jornada do grupo G foi marcada pelo reencontro entre Messi e Cristiano Ronaldo, algo que não pôde acontecer em Turim, dado que o português estava em isolamento social. Desta vez Ronaldo levou a melhor, com a Juventus a ganhar por 3-0 (dois golos de CR7), e os bianconeri ultrapassaram o Barcelona no confronto direto, garantindo a primeira posição do grupo. O Dinamo Kiev venceu o Ferencvaros por 1-0, o que garante que os ucranianos asseguram o terceiro lugar.

No último grupo da competição, o grupo H, Manchester United, RB Leipzig e PSG lutavam por um lugar nos oitavos. O PSG apenas precisava de ganhar, e atropelou os turcos do Basakehir por 5-1, num jogo marcado pelas demonstrações racistas do quarto-árbitro contra Webo, o técnico assistente dos turcos, e que teve de ser jogado um dia mais tarde. O Manchester United precisava de vencer o Leipzig para passar, mas rapidamente sucumbiram e os alemães estiveram em vantagem por 3-0. Os ingleses ainda marcaram dois golos perto do final do jogo mas não passaram de consolação: O Manchester United regressa à Liga Europa. O PSG consegue o estatuto de cabeça de série e o Leipzig passa em segundo lugar.

O sorteio dos oitavos de final irá realizar-se na segunda-feira (dia 1$) em Nyon.

 

Imagem de: Twitter @Champions League