Crónica: FC Porto vs Nacional – fortaleza do Dragão sólida antes do desafio da Supertaça

O campeão nacional continua sem fraquejar na perseguição ao Sporting de Rúben Amorim.

Desta feita, o exército azul e branco de Sérgio Conceição recebeu e venceu o Nacional no Estádio do Dragão por 2-0, num jogo em que os portistas não deram sinais de poupanças, a pensar já na partida frente ao SL Benfica.

Embora nem sempre brilhante, a equipa da casa foi sempre a mais dominadora desde o apito inicial e com naturalidade marcou o primeiro golo da noite ao minuto 20.

Frente a um Nacional que não de tentar sair a jogar e de ter a posse de bola, foi o penálti de Sérgio Oliveira, cometido por Pedrão numa má saída de bola, a deixar o clube da cidade invicta mais confortável.

Os “dragões” podiam ter chegado ao golo da tranquilidade mais cedo, não fosse o desperdício de Taremi e Sérgio Oliveira. O segundo tento acabaria por nascer, não em remates de longa distância, mas em mais uma sucessão de erros dos visitantes.

Aos 36 minutos, o FC Porto já se encontrava a vencer por 2-0, fruto do golo apontado por Marega.

Na segunda parte, o Nacional passou de uma equipa que, apesar de se manter firme na sua ideia de jogo, aparentava estar distraída e sem capacidade de rematar à baliza contrária para um conjunto mais agressivo.

O jogo ficou mais dividido, no entanto, as oportunidades foram escassas, ao contrário das lesões que abalaram o vencedor do encontro. Otávio e Corona saíram com queixas a meio da etapa complementar e estão assim em risco para um dos jogos mais importantes da época.

Contas feitas, o FC Porto entra na época natalícia a 4 pontos do primeiro lugar e a apenas 2 do Benfica, clube rival contra o qual disputa a Supertaça no dia 23. Já o Nacional mantém-se a meio da tabela, na 12ª posição.

Fonte da imagem: FC Porto twitter/@FCPorto