Sporting bate Farense nos descontos

O Sporting, que partiu na primeira posição da Primeira Liga para este jogo, recebeu e venceu o Farense por 1-0, em jogo a contar para a décima jornada do campeonato.

Onze inicial do Sporting: Adan, Coates, Neto, Feddal, Pedro Porro, Palhinha, João Mário, Nuno Mendes, Pote, Nuno Santos e Tiago Tomás.

Onze inicial do Farense: Defendi, Hugo Seco, Bura, Cláudio Falcão, Fábio Nunes, Fabrício Isidoro, Filipe Melo, Idrissi, Ryan Gauld, Aouacheria e Patrick.

O jogo começou com um domínio expectável da posse de bola por parte do Sporting (80% contra 20% do Farense) nos primeiros 15 minutos de jogo. Por outro lado, foi o Farense a criar as primeiras oportunidades do jogo.

A história do jogo não iria mudar muito até ao intervalo. O nulo no marcador refletia a falta de eficácia do Sporting e do Farense, que contavam com cinco e seis remates, respetivamente. De destacar ainda as 21 faltas que houve na primeira parte, com amarelos para Palhinha e Tiago Tomás, do lado do Sporting, e para Defendi e Fabrício Isidoro, do lado do Farense.

Na segunda parte, o Sporting mostrou-se mais atrevido e criou mais chances de golo logo nos primeiros minutos do primeiro tempo. A pressão constante e a insistência dos leões acabaria por ser compensada já nos descontos. De um livre ganho na ala direita originou um cruzamento para a área dos algarvios, levando a uma disputa entre Defendi e Feddal. Ao tentar socar a bola, Defendi falhou a bola e atingiu o internacional marroquino, resultando num penálti a favor da equipa de Ruben Amorim e na expulsão do guarda-redes do Farense. Sporar foi chamado a marcar aos 90+1 e não desperdiçou, dando três pontos importantes ao Sporting.

Os leões são, assim, os “campeões de inverno” e seguem isolados na liderança da Primeira Liga, depois de um jogo mais apagado e marcado pela ineficácia dos dois lados.

 

Foto de capa: Sapo Desporto