Crónica: Famalicão vs FC Porto: intensidade e eficácia garantem a vitória portista

O FC Porto visitou esta sexta-feira Vila Nova de Famalicão na esperança de continuar a sua sequência de vitórias que já se estendia para 7 jogos no campeonato.

Já sabendo dos resultados de Sporting e Benfica antes do início do encontro, o campeão nacional entrou dominador e deixou logo o primeiro aviso através de um livre de Sérgio Oliveira aos 11 minutos.

Dois minutos depois, Taremi atirou para o fundo das redes adversárias, aproveitando um cruzamento atrasado de Cororna.

Contudo, a equipa da casa sempre procurou disputar o jogo e teve no erro de Diogo Leite uma pequena ajuda para recuperar a motivação. Penálti bem convertido por Jhonata Robert aos 21 minutos e jogo novamente empatado.

Contra um conjunto que abordava a partida de forma mais física e ríspida, os comandados de Sérgio Conceição não baixaram os braços e fizeram por justificar o seu favoritismo.

O segundo golo dos visitantes surgiu da mesma que a igualdade do Famalicão. Penálti de Vaná sobre Taremi e Sérgio Oliveira a não desperdiçar, faltando pouco menos de 15 minutos para o descanso.

Corona ainda causou perigo num remate acrobático defendido por Vaná mas o resultado não se alterou até ao intervalo.

Os primeiros minutos do segundo tempo foram mais divididos, mas voltaram a ser os “dragões” a sorrir perto da hora de jogo. Canto de Sérgio Oliveira, Vaná alivia para a entrada da área onde Otávio voltou a cruzar e Taremi, de cabeça, a bisar no jogo.

O Famalicão não demonstrou estar só preocupado em disputar o jogo a meio-campo, o remate de Anderson a rasar a barra da baliza de Marchesín logo a seguir ao golo portista é prova disso.

No entanto, tirando um remate de Gil Dias que passou perto do poste, o FC Porto conseguiu com sacrifício aguentar a pressão adversária até aos minutos finais.

Aos 86 minutos, Marchesín teve a chance de brilhar ao defender de forma espetacular o livre batido por Lukovic.

Por fim, aos 89 minutos o jogo ficou resolvido. Contra-ataque conduzido por Luíz Díaz que assistiu João Mário para a sua estreia a marcar com a camisola da equipa da cidade invicta.

Mais uma vitória, desta feita por 1-4, do FC Porto que mantém a perseguição ao primeiro lugar e a igualdade pontual com o Benfica.

Fonte da Imagem: FC Porto Twitter/@FCPorto