Desejo concretizado: Özil já veste as cores do Fenerbahçe

Um desfecho que certamente não surpreende ninguém que tenha acompanhado a situação de Mesut Özil nos últimos meses. O médio encontrava-se afastado das opções de Mikel Arteta desde o início da temporada e até já tinha assumido recentemente nas suas redes sociais que pretendia jogar pelo Fenerbahçe e na MLS antes de se reformar. Ora, um dos seus desejos acaba de ser confirmado.

Mesut Özil chegou ontem, dia 17 de fevereiro, a Istambul e já tirou uma foto com um cachecol do Fenerbahçe, com o clube turco, atual segundo classificado do campeonato, a partilhar prontamente a situação nas suas redes sociais. Deste modo, a oficialização do conceituado médio como o mais recente reforço da equipa estará por horas, com o jogador a pôr fim a uma ligação de sete épocas e meia ao Arsenal.

O médio, em antevisão à sua aterragem na capital turca, deixou umas palavras acerca da nova aventura em que está prestes a embarcar. “Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado a oportunidade de vestir a camisola do Fenerbahçe. Vou vesti-la com orgulho e dar tudo de mim pela equipa”, prometeu em declarações à estação televisiva turca NTV.

Alguns dos valores que envolvem a sua transferência já são conhecidos, sabendo-se que apesar de a mudança do jogador não envolver qualquer custo, os números acordados do seu novo contrato já serem consideráveis. Özil vai auferir um salário de dois milhões líquidos por ano, podendo este valor ser aumentado mediante a conquista de determinados objetivos individuais. Özil receberá ainda 25 mil euros por cada jogo que realize com as cores do emblema turco, assim como 500 mil euros caso o Fenerbahçe conquiste o campeonato e 250 mil euros mediante uma qualificação do clube para a Champions League.

Mesut Özil despede-se desta forma do Arsenal sete anos e meio depois de ter chegado aos gunners. Em solo londrino, teve um percurso instável onde desfrutou de grandes períodos onde foi um autêntico ídolo dos adeptos e um dos nomes indiscutíveis nas escolhas do clube, principalmente enquanto esteve sobre a tutela de Arsène Wenger, tendo perdido fôlego nas últimas temporadas, principalmente na presente época, onde não figurou em qualquer partida e ficou fora dos inscritos do clube tanto para a Premier League como para a Liga Europa. Ao serviço do Arsenal, Özil participou em 254 jogos e apontou 44 golos, assim como 77 assistências, tendo ainda conquistado uma FA Cup e uma FA Community Shield enquanto atuou pelo emblema do Emirates Stadium.

Fonte da imagem de capa: Twitter @brasilgooner

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.