Sporting vence Boavista com Porro a resolver à lei da bomba

O Sporting deslocou-se hoje,terça-feira, ao Bessa para defrontar o Boavista, num jogo que encerrou a jornada 15 da Primeira Liga. As equipas, antes da partida, ocupavam lugares completamente opostos na tabela, com o Sporting em primeiro e o Boavista em último. Num jogo onde os leões não contaram com Pote, a sua principal figura esta época, a turma de Alvalade conseguiu bater os axadrezados por duas bolas a zero, com golos de Nuno Santos e Pedro Porro.

Rúben Amorim levou a campo Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Matheus Nunes, João Mário e Nuno Mendes; Jovane, Sporar e Nuno Santos.

Já Jesualdo Ferreira apresentou Léo Jardim; Jesús Gómez, Rami e Jackson Porozo; Reggie Cannon, Javi García, Paulinho e Ricardo Mangas; Angel Gomes; Sauer e Elis.

O jogo começou com um domínio total dos leoninos, que iriam adiantar-se no marcador logo aos 22 minutos. Um cruzamento vindo da esquerda de Nuno Mendes foi correspondido da melhor maneira por Nuno Santos, que em esforço conseguiu adiantar o Sporting no marcador por 1-0.

Ao intervalo, a equipa da casa não registou um único remate. Do outro lado, o líder do campeonato tinha seis remates e dominava completamente a posse de bola (70 para 30 do Boavista).

Aos 77 minutos, Pedro Porro carimbou o resultado final com um golaço. O espanhol disparou do meio da rua ao canto superior esquerdo da baliza de Léo Jardim e fez um golo de se lhe tirar o chapéu.

O Sporting apresentou-se seguro, pouco eficaz e, no fim, conseguiu mais uma vitória importante na manutenção do primeiro lugar, embora o Boavista tenha melhorado um pouco na segunda parte, efetuando alguns ataques perigosos. Os leões estão com quatro pontos de vantagem para o Porto e o bom momento da equipa de Ruben Amorim continua a excelente forma.

 

Foto de capa: A Bola