Jovem Promessa: Francisco Conceição, o miúdo no meio dos graúdos

Francisco Conceição, o mais novo dos filhos de Sérgio Conceição que faz parte do plantel do FC Porto, apresentou-se esta época como um dos pontos brilhantes dos dragões, onde a sua virtuosidade e atitude atraíram os olhos de tudo e todos, até do selecionador Rui Jorge.

Com apenas 18 anos, o extremo português estreou-se pela equipa A dos dragões no dérbi da Invicta, que acabou num empate por 2-2, em grande parte pela diferença que Fracisco fez depois de saltar do banco aos 77 minutos.

Mas para percebermos como Francisco chegou ao plantel principal, temos de recuar uns aninhos. O início da carreira passou pelo rival de Alvalade, onde Francisco Conceição passou 6 anos, até 2017/2018, quando veio para o norte representar o Padroense por uma época. Depois, seguiu-se o FC Porto, onde na primeira época a representar os Júniores B marcou 15 golos em apenas 22 jogos, virando assim algumas cabeças e dando pistas do que estaria para vir.

Seguiu-se uma época mais discreta, com apenas 5 golos em 22 jogos, mas quem o via jogar, sabia que a técnica e a sua virtuosidade não enganavam. E esta época só reafirmou isso. Com 18 jogos na Liga Sabseg, “Chico” leva 4 golos e 2 assistências, e também foi considerado o Melhor Jovem de Dezembro da Segunda Liga. E foi assim que Francisco chegou à equipa principal.

Sete jogos depois, e com 5.2 passes certos p/jogo e 0.8 dribles p/jogo em apenas 13 minutos por jogo, percebesse facilmente que quando está em campo, a criatividade, imprevisibilidade e os desequilíbrios que Francisco faz não são por acaso. E Rui Jorge também percebeu isso, convocando-o pela primeira vez para a seleção sub-21 portuguesa, onde Francisco vai participar no Europeu de 2021. E isto é apenas o começo…

Fonte da imagem: twitter.com/FConceicao7