Cinco craques que passaram despercebidos em Portugal

Nas “Curiosidades” desta semana, o Ambidestro apresenta-lhe uma lista de cinco grandes jogadores do futebol mundial que pouco ou nada jogaram no nosso país.

 

Diego Costa

Antes de aterrorizar as defesas adversárias ao serviço do Atlético de Madrid, do Chelsea e da seleção espanhola e de conquistar títulos como a Premier League, a La Liga ou a Liga Europa, o ponta de lança teve uma curta passagem por Portugal. No verão de 2006 foi contratado pelo SC Braga ao Barcelona EC, do Rio de Janeiro, e passou a primeira metade da temporada que se seguiu emprestado ao FC Penafiel (na altura, na segunda divisão) e a segunda na Pedreira. Ao todo, contabilizou 23 jogos (14 nos durienses e nove nos arsenalistas) e apenas seis golos neste período e, de seguida, foi para os quadros dos colchoneros a troco de um milhão e meio de euros.

 

Thiago Silva

À semelhança do que aconteceu com Diego Costa, também a porta de entrada de Thiago Silva para a Europa foi Portugal, mais precisamente o FC Porto. O defesa central chegou à Invicta em janeiro de 2005 por 2,5 milhões de euros, oriundo do EC Juventude, mas, num negócio de 3,5 milhões, acabou por abandonar o Dragão apenas seis meses depois rumo ao Dínamo de Moscovo, tendo alinhado apenas pela equipa B dos azuis e brancos. Desde esta saída, o brasileiro já representou a canarinha, o Fluminense, o Milan, o PSG e está atualmente no Chelsea, contando com um palmarés que inclui troféus como uma Copa América, uma Taça das Confederações, sete Ligas Francesas ou uma Liga Italiana.

 

Merih Demiral

Apesar de ser o nome menos sonante desta lista, Demiral tem apenas 23 anos e é um central muito promissor, estando neste momento avaliado em 30 milhões de euros pelo Transfermarkt, site especialista em valores de mercado. O internacional turco tem vindo a ganhar espaço na Juventus, onde até já conquistou uma Serie A na época passada. Porém, antes de chegar a Itália, o defesa proveniente da formação do Fenerbahçe atuou durante meio ano no AC Alcanense, do Campeonato de Portugal, mudando-se, em janeiro de 2017, para o Sporting CP por 200 mil euros. No entanto, na sua estadia de um ano e meio em Alvalade, só jogou quatro minutos pela equipa principal dos leões (representou a equipa B e os sub-19) e acabou por sair para o Alanyaspor, primeiro por empréstimo e, posteriormente, a título definitivo a troco de 3,5 milhões de euros.

 

Fabinho

De todos os jogadores nesta lista, Fabinho foi, sem dúvida, o que mais despercebido passou por Portugal, uma vez que esteve apenas um mês no Rio Ave FC e cumpriu somente uma partida amigável. O brasileiro chegou a Vila do Conde pelo preço de 500 mil euros em junho de 2012, vindo da formação do Fluminense, e, no mês seguinte, foi emprestado ao Real Madrid num negócio intermediado pela Gestifute de Jorge Mendes. Nas duas temporadas que se seguiram, foi novamente cedido, desta feita ao Mónaco, que acabou por contratá-lo em definitivo por seis milhões de euros. Atualmente, o médio está no Liverpool e já arrecadou medalhas de vencedor de uma Ligue 1, uma Premier League, uma Liga dos Campeões e uma Supertaça Europeia.

 

Luka Jovic

A direção das águias investiu 6,6 milhões de euros em janeiro de 2016 para contratar o ponta de lança que se havia destacado no Estrela Vermelha, onde conquistou duas Ligas Sérvias. Jovic esteve um ano e meio na Luz, mas só entrou em campo quatro vezes pelo conjunto principal dos encarnados, alinhando maioritariamente pela equipa B. Deste modo, foi com naturalidade que o sérvio foi emprestado ao Eintracht Frankfurt durante dois anos, tendo o clube alemão adquirido o seu passe por 22 milhões de euros antes de o vender ao Real Madrid por 63 milhões. Desde que saiu de Portugal, o jovem de 23 anos já conquistou uma La Liga, uma Taça Espanhola e uma Taça Alemã e está neste momento emprestado pelos merengues ao emblema de Frankfurt.

 

Fontes das Imagens: Twitter @UEFAcom_fr, @camisa_oito, @FutebolMercado, @CemFutebolCem, @Planetafichajes e @DTransferencias

Simão Vitorino

Nasci e cresci em Vila Franca de Xira e estou atualmente a tirar uma licenciatura em Ciências da Comunicação na faculdade NOVA FCSH com o objetivo de me tornar jornalista desportivo no futuro, profissão que une duas grandes paixões minhas - o futebol e a escrita.