Manchester City anuncia saída de Sergio Agüero no fim da temporada

Sergio Agüero, um dos grandes ícones da história do Manchester City, está de saída do Etihad no fim da temporada. O anúncio oficial chegou ontem do clube inglês, que prepara-se para se despedir do avançado argentino com pompa e circunstância.

Dez anos depois de ingressar no Manchester City e ter liderado o clube inglês à conquista de quatro Premier Leagues, uma FA Cup, cinco Taças da Liga e três Supertaças, Sergio Agüero vai abandonar o Etihad Stadium no final da presente temporada, altura em que o seu contrato expira. Os cityzens anunciaram a saída do avançado de 32 anos ontem à noite, através de um comunicado no seu site oficial, onde foi ainda revelado que está a ser preparada uma “despedida emocionante” para Kun Agüero no último jogo do campeonato.

“O contributo de Sergio para o Manchester City nos últimos dez anos é inestimável. A lenda que escreveu ficará gravada de forma indelével na memória de todos os que amam o clube e talvez até mesmo daqueles que simplesmente amam o futebol”, assumiu Khaldoon Al Mubarak, CEO do Man. City, em reação ao anúncio.

Quanto ao último jogo da temporada, o clube deixou ainda o desejo de poderem estar presentes milhares de adeptos nas bancadas do estádio, de forma a que se possam despedir presencialmente de Agüero, que vai ter ainda direito a uma estátua junto do Etihad.

Sergio Agüero conta com 257 golos e 73 assistências num total de 384 jogos disputados com a camisola do Man. City. No meio de uma década a liderar o ataque dos cityzens, surgem em claro destaque a temporada 2014/15, onde o argentino foi o melhor marcador da Premier League com 26 golos apontados e, em especial, o jogo entre os cityzens e o QPR na última jornada do campeonato inglês da época 2011/12, onde o avançado, no último minuto da partida, marcou um histórico golo que selou a conquista da Premier League para a turma na altura orientada por Mauricio Pellegrini, naquele que é ainda um dos mais emocionantes momentos da história recente do futebol inglês.

O avançado deu entrada em Inglaterra no verão de 2011, vindo do Atlético de Madrid e após ter custado 40 milhões de euros aos cofres do Manchester City. Na presente temporada, Kun atravessa de longe a sua época menos produtiva a nível individual, com apenas três golos em 14 partidas, fruto de alguns problemas físicos que o têm afastado das escolhas de Pep Guardiola.

Fonte da imagem de capa: Twitter @Delapdepre

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.