Sergio Ramos lesiona-se de novo e lamenta: “Já levo uma semanas bastantes duras”

Sergio Ramos tem atravessado uma época bastante azarada no que toca à sua condição física. Recuperado recentemente de uma lesão no joelho que obrigou a uma intervenção cirúrgica, o internacional espanhol foi chamado aos trabalhos da La Roja e, apesar de não ter sido muito utilizado, sofreu uma nova lesão que vai obrigar até a um mês de paragem.

O central de 35 anos cumpriu um total de 49 minutos ao longo dos últimos três compromissos da seleção espanhola na qualificação para o Mundial 2022 mas, apesar da leve carga de jogos, o azar voltou a bater à sua porta. O Real Madrid anunciou hoje que o jogador está a contas com uma lesão muscular no gémeo interno da perna esquerda, o que segundo a imprensa espanhola garante, vai implicar uma paragem a rondar um mês.

Também o capitão dos merengues já reagiu à má notícia nas suas redes sociais, mostrando-se magoado por não poder ajudar a sua equipa em campo como gostaria. “A verdade é que já levo umas semanas bastante duras. Uma intervenção é sempre uma paragem desportiva e emocional. Por sorte estava a melhorar mas, tanto no futebol como na vida, o azar também teve o seu papel. Se há algo que me dói é não poder ajudar a equipa nestes jogos de máxima exigência”, escreveu Sergio Ramos num post na sua conta de Instagram.

Com os embates frente ao Liverpool nos quartos de final da Champions League e um El Clásico à distância de duas semanas, será muito improvável que o veterano defesa consiga recuperar a tempo de ser opção para os madridistas nos decisivos encontros. Até ao momento, Sergio Ramos leva quatro golos em 20 jogos disputados na presente época.

Fonte da imagem de capa: Twitter @meurmadrid

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.