Em busca de tempo de jogo, Renan quer rescindir com o Sporting

Renan Ribeiro não alinha numa partida pelo Sporting desde dezembro de 2019 e, estando ciente da preferência de Rubén Amorim por Antonio Adán e Luís Maximiano, o guardião brasileiro quer avançar com a rescisão para voltar a desfrutar de tempo de jogo.

O guarda-redes brasileiro de 31 anos é um nome descartado por Rúben Amorim e encontra-se a treinar com a equipa B dos leões. Não tendo conseguido encontrar colocação no mercado de inverno, a vontade do guardião passa agora por rescindir com o Sporting e voltar a desfrutar de tempo em campo e, segundo OJogo, a possibilidade de regressar ao Brasil torna-se num cenário cada vez mais apetecível para si, isto porque o Grêmio estará interessado em contar com os seus serviços.

Renan tem contrato com o Sporting até junho de 2023 e os leões apenas estão interessados em permitir a sua saída mediante um pagamento de 3 milhões de euros, no entanto, nenhum clube está disposto a pagar esse montante por um jogador que não compete há mais de um ano, pelo que a única forma de o guardião poder realizar o desejo de voltar a jogar com regularidade é acertar a rescisão de contrato com o emblema de Alvalade.

As conversas de rescisão entre Renan Ribeiro e o Sporting já tinham sido noticiadas no início da temporada, mas não foi possível chegar a acordo entre ambas as partes. Cada vez mais frustrado com a sua situação em Alvalade, o brasileiro vai assim fazer uma nova tentativa para tentar consumar a sua saída do clube.

Fonte da imagem de capa: Twitter @DTransferencias

Alexandre Dionisio

Desde pequeno fui levado ao mundo do futebol, inicialmente enquanto júnior no Ginásio Clube de Alcobaça, clube da minha cidade, e agora mais velho enquanto espetador assíduo do mágico desporto que tanto nos emociona. Com uma licenciatura em Ciências da Comunicação na bagagem e um mestrado em Jornalismo em curso, acompanho cada jogo com a máxima emoção. Que isso nunca mude.