Manchester United pode pagar quantia elevada para libertar De Gea

Os Red Devils podem ter de pagar até 40 milhões de euros se quiserem rescindir com o guarda-redes espanhol.

David De Gea, guarda-redes internacional espanhol do Manchester United, parece ter chegado ao fim da linha nas contas de Ole Gunnar Solskjaer.

Depois de ter abandonado os trabalhos do grupo por cerca de três semanas, devido ao nascimento da sua filha, o guarda-redes espanhol viu a sua posição de titular no campeonato ser agarrada pelo guardião inglês Dean Henderson.
Henderson, de 24 anos, foi uma das sensações da temporada passada, em que esteve emprestado ao Sheffield United. Esta época, a sua titularidade tem sido reduzida a jogos da FA Cup e da Liga Europa. No entanto, com a ausência de De Gea, o internacional inglês assumiu a titularidade, e é visto como o futuro guarda-redes da equipa de Manchester.

De Gea é, contudo, um problema na folha salarial. O jogador, que é o mais bem pago da Premier League, aufere quase 23 milhões de euros por ano. Para rescindir contrato, o jogador poderá exigir a totalidade do seu contrato, que chega quase aos 40 milhões. O Manchester United está, no entanto, a tentar negociar esse valor, num negócio que relembra o caso de Aléxis Sanchéz. Na altura, o jogador chileno recebeu cerca de 12 milhões de euros para rescindir contrato com os Red Devils, assinando a custo zero pelo Inter de Milão.

 

Fonte da imagem: https://thebusbybabe.sbnation.com/2021/2/22/22295915/david-de-gea-or-dean-henderson-to-leave-this-summer