Benfica vence mas não convence

O Benfica recebeu e venceu por 2-1 o CD Santa Clara esta segunda-feira numa partida pouco conseguida pela equipa da casa.

Jorge Jesus levou a jogo Helton Leite, Otamendi, Vertonghen, Lucas Veríssimo, Diogo Gonçalves, Weigl, Everton, Pizzi, Grimaldo, Rafa e Seferovic. Não pôde contar com o ainda lesionado André Almeida e Gabriel, devido a suspensão.

A equipa dos Açores foi à luta com Marco Rocha, Mansur, Villanueva, João Afonso, Rafael Ramos, Lincoln, Anderson Santos, Morita, Allano, Carlos Carvalho e Crysan. Fábio Cardoso (suspensão) e Júlio Romão (lesão) ficaram de fora das contas de Daniel Ramos.

O Santa Clara entrou de forma surpreendente no jogo, com uma clara superioridade face ao favorito, Benfica, na primeira metade do jogo. No entanto, as ‘Águias’, que contabilizaram apenas um remate à baliza durante a primeira parte, dispuseram da primeira grande chance no jogo.

À chegada do minuto 11, após uma excelente jogada coletiva a partir do corredor esquerdo entre Grimaldo, Rafa e Pizzi, o último remata perto do poste esquerdo da baliza do Santa Clara. A turma de Daniel Ramos não baixou os braços e respondeu imediatamente com um remate a embater no primeiro poste da baliza de Helton Leite por intermédio de Carlos Carvalho.

A experiência campeã deu frutos e, por volta do minuto 26, depois de um cruzamento enganador de Everton a partir do lado direito do ataque benfiquista, a bola embateu na cabeça de Carlos Carvalho e colocou a equipa da casa na liderança do marcador.

A segunda parte trouxe um Santa Clara bem mais determinado a lutar pela vitória e com a coragem para enfrentar olhos nos olhos o Benfica. Entrada de rompante d’Os Açorianos’, com quatro remates num espaço de sete minutos. Era uma questão de tempo até o golo chegar, e assim foi.

Minuto 62, Lucas Veríssimo a comprometer com um mau alívio e Crysan a assistir a partir do lado esquerdo Anderson Santos, que, com um remate potente para o lado esquerdo da baliza dos encarnados, reestabeleceu a igualdade no marcador.

Apesar da exibição pouco inspirada do Benfica, as ‘Águias’ colocaram-se novamente à frente do marcador por volta do minuto 73, numa jogada 100% portuguesa. Rafa a encontrar Diogo Gonçalves nas costas da defesa do Santa Clara e o lateral a cruzar para o coração da área, onde apareceu Chiquinho para finalizar.

Com este resultado, os lisboetas mantêm-se em terceiro lugar e, devido à derrota do Braga, aumentam a vantagem para cinco pontos relativamente aos minhotos. Já os insulares continuam na luta pelos lugares europeus, com menos dois pontos que o sexto classificado Vitória SC.

 

Fonte da imagem de destaque: abola.pt