Quem te viu e quem te vê: Paulo Oliveira

Nesta edição de Quem te viu e quem te vê, fique com a história de Paulo Oliveira, o central português que chegou a ser internacional e que, atualmente, joga pelo Eibar de Espanha.

Paulo Oliveira, que figura atualmente no Eibar, da Liga Espanhola, está longe do fim da carreira. Aos 29 anos, seria de pensar que estivesse no pico da sua forma No entanto, esta passagem pelo clube espanhol parece pouco para o defesa que, há poucos anos, era visto como um dos possíveis herdeiros do lugar de central da Seleção Nacional.

O jogador, que passou a maior parte da sua formação no Vitória SC, despontou no futebol profissional no clube de Guimarães. Na cidade berço, com apenas 21 anos, começou a jogar com frequência no eixo da defesa na época 2012-2013, sendo um dos titulares na vitória do clube na final da Taça de Portugal.

Na época seguinte, o jovem jogador assumiu-se como um dos jogadores mais numa campanha algo desapontante do Vitória e, na época seguinte, Paulo Oliveira transferiu-se para o Sporting.

No clube leonino, Paulo Oliveira não começou a titular. Marco Silva começou a época com a aposta na dupla de centrais composta por Maurício e Naby Sarr. A oportunidade principal surgiu quando, num jogo contra o Chelsea para a Liga dos Campeões, o jogador foi chamado para substituir Maurício, que se havia lesionado. O jogador desempenhou bem o papel e agarrou a titularidade, fazendo, nessa época, 40 jogos pelo Sporting e fazendo a sua primeira e única internacionalização A.
O ponto mais alto da época e, possivelmente, da sua carreira, foi a final da Taça de Portugal entre Sporting e SC Braga. A perder por 2-0 e com menos um jogador desde os 16 minutos, recuperou nos descontos para 2-2 e venceu nos penáltis. Paulo Oliveira foi o pilar defensivo do Sporting e venceu o prémio de Homem do Jogo, juntamente com o título. Antes de terminar a época, ainda fez o Europeu de sub-21, onde Portugal perdeu com a Suécia na final, no desempate por grandes penalidades.

2015-2016 acabaria por ser o ponto de viragem da carreira de Paulo Oliveira. Na primeira metade da época, agora sob o comando de Jorge Jesus, tudo correu bem para o defesa. No entanto, em janeiro, com a contratação de Coates e o regresso de Rúben Semedo, estes acabaram por ser os titulares no eixo defensivo. Nessa época, a sua utilização diminuiu de 40 para 31 jogos e, na temporada seguinte, para 19, menos de metade.

Na janela de transferências de verão de 2017, Paulo Oliveira acabou por ser transferido para o Eibar, onde milita há quatro épocas e que, este ano, já tem a despromoção ao segundo escalão de Espanha assegurado.
O central, conhecido pela sua frieza na abordagem aos lances, pela qualidade de posicionamento e capacidade a construir jogo, não voltou a entrar em qualquer conversa para convocatórias da seleção. No entanto, com 29 anos, pode muito bem voltar ao auge do seu rendimento e, quem sabe, voltar a justificar um lugar num clube maior, como prometia há uns tempos.

 

Fonte da imagem de capa: https://www.transfermarkt.pt/paulo-oliveira/profil/spieler/139336