Jovem Promessa: Bruno Ventura – Mais uma pérola do Sado

Nome: Bruno Santos Ventura

Data de Nascimento: 27/02/2001 (20 anos)

Naturalidade (Nacionalidade): Lisboa (portuguesa)

Altura: 172 cm

Peso: 57 kg

Posição: Médio, de características ofensivas

Pé preferencial: direito

Clube: Vitória Setúbal

 

Apesar dos holofotes não estarem virados para a maioria das competições não profissionais, não significa que estas não tenham qualidade, quer ao nível de equipas, quer ao nível de jogadores e treinadores.

E a prova disso é que Vizela e Arouca, recentemente promovidas à Primeira Liga, no ano passado jogavam no terceiro escalão do futebol português. Sublinha-se que a base destas equipas que garantiram a promoção, é a mesma base com a qual competiam no Campeonato de Portugal. Um claro carimbo de qualidade e talento.

Daí focar-me num dos jovens talentos desta divisão, da época que agora terminou.

Após muitas convulsões internas e incumprimentos legais que redundaram na despromoção ao Campeonato de Portugal, o Vitória de Setúbal foi obrigado, no início da época 2020/21, a reestruturar o seu plantel – e com isso, dar mais espaço aos produtos da sua cantera.

Dos jovens que apareceram nos sadinos, destaca-se Bruno Ventura. Este médio, desde 2015 em Setúbal, aproveitou as oportunidades que lhe foram dadas, pegando de estaca no onze do técnico Alexandre Santana.

Disputou 25 jogos (em 26 possíveis) no campeonato (19 na fase regular, mais 6 na fase de apuramento à Liga 2), contabilizando um total de 2160 minutos.

É claramente o jogador mais criativo da equipa, jogando pelo miolo, procurando construir desde trás, mas também assume espaços no último terço – foram 9 golos e 9 assistências.

Procura o golo, mas tem altruísmo suficiente para colocar a bolo nos pés dos colegas mais avançados (Mendy e Zequinha, sobretudo).

Os números demonstram grande consistência, regularidade – apenas falhou um jogo, logo no início da época. Com uma folha disciplinar praticamente limpa (viu somente um amarelo ao longo da prova), sem lesões, competiu toda a temporada sempre a titular.

Portugal tem muitos jogadores de inegável talento nesta posição. Mas, com a criação da nova Liga 3, onde estará o Vitória, uma maior visibilidade e mediatismo poderá permitir que Bruno Ventura possa estar mais próximo de novas ambições (tem contrato até 2022). Capacidade não lhe faltará.

 

Fonte da Imagem: Jornal Record