Silas Wamangituka revela que jogava com nome falso, sob chantagem do seu agente

O jogador congolês, de verdadeiro nome Silas Katompa Mvumpa, revelou que foi chantageado pelo seu antigo agente a mudar o seu nome e data de nascimento, que é, na verdade, 6 de outubro de 1998.

Em 2017, Silas foi convidado a fazer testes no Anderlecht, da Bélgica. O clube mostrou-se interessado e pediu ao jogador para voltar ao Congo, o seu país natal, de modo a obter um visto novo, que lhe permitisse assinar contrato.

Aqui começa a verdadeira novela do caso “Wamangituka”. O agente de Silas, na altura, convenceu o jovem e inexperiente jogador de que, caso voltasse ao Congo, não voltaria mais à Europa. Ambos foram para França, onde Silas Katompa Mvumpa se tornou Silas Wamangituka, adotando um dos nomes do seu pai. A sua data de nascimento foi também alterada para um ano depois, 6 de outubro de 1999, para que não fossem levantadas suspeitas.

A partir daí, Silas deixou de ter o total controlo da sua carreira. O agente controlava a sua conta bancária e ficava com parte do seu salário, ameaçando que, se se viesse a revelar o esquema, a carreira do jogador ficaria destruída.

Avançando para a época 2019/2020, Silas transferiu-se para o Estugarda, da Alemanha. No clube alemão, o jogador começou a criar um círculo restrito de confiança, ao mesmo tempo que, devido à distância, se foi afastando do tal agente. Depois de duas épocas, agora com um novo representante e com total apoio do clube que representa, Silas Katompa Mvumpa assumiu publicamente todos os esquemas de que foi vítima para poder continuar a sua carreira como futebolista. O Estugarda afirma, através do seu diretor desportivo Sven Mislintat, que “Silas foi a vítima nesta mudança de nome” e que o clube “vai continuar a apoiá-lo em tudo o que envolva este assunto”. O diretor admite ainda o seu máximo respeito por Silas por “em tão jovem idade, ter tomado o passo de clarificar esta situação”.

Silas, já depois da revelação, mostrou-se agradecido ao clube e à cidade de Estugarda, que considera “uma segunda casa”. O jogador assume ainda que “espera retribuir a todos, especialmente dentro de campo aos adeptos”.

 

Fonte da imagem: Página oficial do VfB Stuttgart