Nuno Espírito Santo é o novo treinador do Tottenham

Chegou ao fim uma das maiores novelas deste Verão. Ao fim de dois meses de procura intensa pelo substituto de José Mourinho, que foi despedido ainda no decorrer da época transata, os Spurs finalmente apresentaram o seu novo treinador, recaindo a escolha sobre o antigo técnico do Wolverhampton.

Segundo o jornalista especializado em transferências Fabrizio Romano, Nuno Espírito Santo assinou até 2023 com Fábio Paratici a desempenhar um papel crucial nesta contratação, já que antes deste ter sido nomeado diretor desportivo do clube londrino, o nome de Nuno não estava em cima da mesa para este cargo. A preferência do dirigente italiano pelo português já não é de agora, sendo que há um ano atrás, quando este ainda era diretor desportivo da Juventus, o antigo guarda-redes era uma das opções mais fortes para suceder a Maurizio Sarri no comando técnico dos bianconeri.

Uma época volvida, os dois encontram-se agora em Londres mas desta vez, o treinador esteve longe de ser a primeira escolha da direção do clube inglês. Primeiro foi António Conte, que ainda em maio esteve muito perto de saltar do Inter para os Spurs, mas divergências quanto ao projeto desportivo e competividade do plantel afastaram-no da corrida, tal como Paulo Fonseca, que, numa segunda fase, chegou a ter tudo acertado com os londrinos até a direção do clube torcer o nariz às exigências do treinador em trazer 3 adjuntos consigo para Inglaterra. A lista chegou a ser bastante longa, contando também com nomes como Erik Ten Hag, Maurício Pochettino, Gennaro Gattuso ou Ernesto Valverde.

A própria negociação com Nuno Espírito Santo não foi fácil pois, já depois do português ter estado com um pé e meio no Crystal Palace, foi dado como certa a sua ida para a Turquia para treinar o Fenerbache. Contudo, depois de todas estas negociações, na noite desta quarta-feira, Nuno Espírito Santo e o Tottenham finalmente confirmaram o “casamento”, fechando-se finalmente este dossier, a poucas semanas do regresso ao trabalho, com vista à época 2021/2022.

O técnico de 47 anos abraça talvez o maior desafio da sua carrreira até agora, que já acumula dez anos de experiência, depois de quatro anos de sucesso ao serviço do Wolves, onde subiu o clube à Premier League, estabilizou-o no primeiro escalão inglês, garantido depois a qualificação para a Liga Europa ao mesmo tempo que desenvolveu e potenciou grandes talentos. A equipa londrina vai agora procurar montar um plantel competitivo, capaz de lutar por troféus para que o treinador consiga manter o nível exibicional a que habituou o público inglês sendo a continuidade de Harry Kane uma das peças chave para que isso aconteça

 

Fonte da imagem: Site oficial Tottenham Hotspur