João Mário muito próximo do Benfica, com “guerra aberta” em volta da cláusula anti-rivais

O internacional português de 28 anos poderá assinar nas próximas 48 horas pelo Benfica, depois de caírem as negociações com o Sporting. O clube de Alvalade aponta aos 30 milhões da cláusula anti-rivais, presente no contrato assinado pelo jogador.

Depois do regresso por empréstimo ao Sporting, onde foi figura-chave para a conquista do campeonato, João Mário poderá estar próximo de assinar em definitivo com o rival da Segunda Circular, o Benfica. O médio de 28 anos agrada a Jorge Jesus e terá sido um pedido expresso do treinador no início do seu regresso ao clube da Luz. Agora, e depois do Sporting não chegar a acordo com o Inter pelo jogador, o Benfica fez uma proposta de sete milhões e meio de euros, que os leões podem igualar caso queiram garantir João Mário.

Contudo, esta transferência não será linear. Em 2016, aquando da transferência de João Mário para o Inter por 45 milhões de euros, estava incluída uma cláusula que assegurava que, caso o Inter vendesse o jogador ao Benfica ou ao FC Porto, os nerazzurri teriam que pagar 30 milhões de euros ao Sporting. No entanto, o Benfica já apresentou três pareceres jurídicos que afirmam que a cláusula não necessita de ser ativada, considerando que “não tem valor jurídico”. Também o agente do jogador defende essa ideia, ao passo que o Sporting continua a  apontar para essa alínea.

João Mário, agora com 28 anos, fez parte da formação do Sporting desde 2004 e assumiu-se como titular indiscutível com Marco Silva, em 2014. Jogou então duas épocas de leão ao peito e foi transferido em 2016 para o Inter de Milão, depois de vencer o Campeonato da Europa por Portugal, onde foi totalista nas escolhas de Fernando Santos.

 

Fonte da imagem: https://sempreinter.com/2021/07/03/benfica-consult-lawyers-to-clear-the-way-for-signing-inters-joao-mario-portuguese-media-report/