Pote renova, Palhinha fica e Ugarte é para fechar: o momento do Sporting

A equipa de Alvalade continua a pré-época no Algarve, com alguns dossiers ainda por resolver.

Depois do campeonato nacional conquistado na última época, o Sporting já trabalha para a próxima época. As contratações de Rúben Vinagre e de Ricardo Esgaio demonstram a vontade dos leões de aprofundarem o plantel, para fazer face ao desgaste das várias competições, mas também de colmatarem algumas possíveis saídas. Para já, Nuno Mendes parece ser o mais próximo de abandonar o plantel, com o Manchester City como principal candidato.

Quanto aos outros dois internacionais portugueses presentes no EURO 2020, tanto Pedro Gonçalves como João Palhinha são vistos como indispensáveis. Atlético de Madrid e Tottenham continuam na perseguição pelo jogador, no entanto, Frederico Varandas já terá garantido a Rúben Amorim que o médio de 26 anos só sai pelos 60 milhões de euros presentes na cláusula. Quanto a Pote, a sua renovação parece bem encaminhada. O melhor marcador da época transata irá renovar, com a sua cláusula de rescisão a ascender aos 80 milhões de euros.

Quanto a adições ao plantel, a não contratação de João Mário parece tornar cada vez mais real a contratação de Manuel Ugarte. O jogador de 20 anos já demonstrou interesse na transferência e o próprio presidente do Famalicão afirma que Ugarte pode ser “a maior transferência do clube”. Al Musrati continua a ser acompanhado pelo clube, ainda que com mais distância, uma vez que Matheus Nunes está cada vez mais próximo de continuar em Alvalade.

Fora do campo, o caso João Mário promete ainda “fazer correr muita tinta”: o Sporting já reagiu à transferência, alegando o pagamento da cláusula de 30 milhões presente no contrato; o Inter de Milão já reagiu, afirmando que o clube “vai defender o seu bom nome e a sua reputação”.

 

Fonte da imagem: Twitter do Sporting – @Sporting_CP