Curiosidades: cinco jogadores que possuem equipas de eSports

Numa altura em que os videojogos também surgem como uma força competitiva, os nossos craques do relvado cada vez mais entram no universo das competições eletrónicas.

Novas tecnologias invadem a sociedade a cada segundo, cabe a nós adaptarmos e retirar aquilo de melhor que há sobre cada nova tecnologia. Seguindo neste ponto, o que anteriormente era visto apenas como um passatempo focado na diversão e entretenimento puro, tornou-se algo que envolve milhares de euros em premiações, estádios e arenas lotadas com adeptos fervorosos e emocionantes batalhas que testam sobretudo a destreza de alguns indivíduos. É neste panorama que os eSports encontram-se por todo o mundo.

Toda a emoção em cada round de Counter Strike, ou até mesmo em cada torre derrubada em League of Legends faz sentir uma vibração emocional parecida com o grito de golo. Seguindo por este ponto, é possível perceber uma relação entre o futebol, que possui toda a gama competitiva, emocional e por vezes apaixonante, também no cenário dos esportes eletrónicos.

Uma relação que vamos explorar aqui no Ambidestro. Listamos aqui cinco craques do mundo do futebol infetados com o vírus cibernético do eSports, tendo cada um as suas próprias equipas competitivas.

Mesut Özil – M10 Team

M10 Esports
Divulgação/ Facebook M10 Esports

O médio alemão campeão mundial foi um dos primeiros grandes nomes do futebol a investir numa equipa de eSports. Com criação em 2018, a equipa concentra-se atualmente no competitivo de FIFA e Fortnite. Desde a sua fundação, a M10 Team, já passou por diversas reformulações de plantel e isto fez com que poucos resultados expressivos fossem obtidos. Desta forma, o melhor resultado alcançado até aqui foi a premiação de 25 mil euros através do segundo lugar na FUT 19 Champions Cup March – Finals,  com o player dinamarquês Untus.

Jesse Lingard – JLINGZ

Lingard Esports
Divulgação: Instagram/ JLINGZ

Mesmo com um bom começo de época na sua volta aos Red Devils, Jesse Lingard ainda é marcado por uma carreira de altos e baixos. Apesar disso, Lingard sempre se mostrou alguém familiarizado, influente e engajado com o mundo digital. Desta forma, era questão de tempo para o médio inglês se voltar para o universo dos esportes eletrónicos. Assim, em agosto deste ano, Jesse adquiriu a organização Audacity Esports, que é especializada em Rainbow Six Siege, e reformulou com a sua própria marca JLINGZ. A equipa ainda não participou de qualquer competição e está em processo de treino para a próxima época dos torneios nacionais do Reino Unido e Irlanda de RB6 Siege.

Kun Agüero – KRÜ Esports

Aguero Esports
Divulgação: KRÜ

O herói do golo mais emocionante da história dos Citizens, Sergio Kun Agüero consegue ter diversas facetas na sua vida pública. Ao mesmo tempo em que pisa no relvado com toda a paixão, profissionalismo e habilidade, fora de campo torna-se um criador de conteúdo respeitável. Com as suas famosas lives pela twitch, o craque argentino enquanto consegue marcar hat-tricks, também entretém o público nas suas lives de forma leve e divertida. Neste ponto, Agüero sempre demonstrou interesse e carinho pelo mundo dos vídeojogos. No entanto, só em outubro de 2020 que este passo foi dado. A sua equipa, a KRÜ Esports possui duas sedes, a primeira fica na Argentina e outra na Espanha. O enfoque competitivo da equipa volta se principalmente para os jogos FIFA e Valorant. A saber, apenas com poucos meses desde a sua criação a KRÜ, conquistou dois títulos de FIFA. A primeira com o argentino Matías Bonnaro, na Global Series 1 Sul- americana de FIFA 20 e mais recentemente com o brasileiro Gustavo Nascimento (GN10) que conquistou a Fifa Global Series 2 North America.

Gareth Bale – Elleven Esports

Bale Esports
Divulgação: Ellevens Esports

Outro nome que integra este grande esquadrão no universo de eSports é Gareth Bale. O craque do Real Madrid aparece como um dos principais e mais influentes jogadores que se aventuraram neste meio de competições eletrónicas. A sua organização faz parceria também com a 38 Entreteniment. A agência de mídias digitais atende a parte administrativa e auxilia certos caminhos para que a Elleven Esports atinja objetivos grandes e promissores. Entretanto, alguns destes desafios já foram conquistados. A equipa de Bale tem na sua sala de troféus oito taças de campeonatos de Rocket League, além de ter ficado na segunda colocação mundial da Copa Fifa eClub.

Ronaldinho Gaúcho – R10

Divulgação: Twitter/ Free Fire

Mesmo aposentado, o ex-camisa 10 do Barcelona segue a mostrar as suas habilidades em apostar em grandes negócios. Além da sua banda de trap, Ronaldinho monta a sua equipa especializada em competições eletrónicas. Desde a sua origem em 2018, a R10 utiliza as suas diversas bases espalhadas pelo Brasil para dar o melhor ambiente aos jogadores profissionais. Médicos, psicólogos, consolas e PC’s de última geração são detalhes que fizeram com que a equipa brasileira se destacasse no meio competitivo sul-americano. Além disso, a R10 não fica agarrada apenas na produção do melhor plantel para competir em Free Fire, FIFA e outros jogos. Com objetivo de incentivar e evoluir o cenário brasileiro de eSports, a equipa comandada pelo craque brasileiro também promove as suas próprias ligas, como a eLigaSul e a Copa R10, que se mostraram ser um sucesso de público e de renda tanto para os jogadores quanto para a R10.

Fonte da imagem de capa: https://www.uol.com.br/