Manchester United limpa Tottenham com exibição de gala de Ronaldo

O Manchester United deslocou-se a Londres para bater o Tottenham por 0-3 numa partida onde os portugueses dos ‘Red Devils’ estiveram em evidência. Ronaldo foi a estrela do encontro com um golo e uma assistência.

A equipa comandada por Nuno Espírito Santo foi a jogo com Lloris, Emerson, Romero, Dier, Ben Davies, Hojbjerg, Skipp, Lucas, Lo Celso, Son e Kane.

Já o United foi à luta com David de Gea, Maguire, Varane, Lindelof, Luke Shaw, Fred, McTominay, Wan-Bissaka, Bruno Fernandes, Cavani e Ronaldo.

Tanto o Tottenham como o Manchester United necessitavam urgentemente de conquistar os três pontos neste jogo grande da Premier League, de forma a conseguir lutar pelos lugares europeus da tabela classificativa. Apesar do início pouco prometedor, a intensidade da partida foi aumentando gradualmente.

À entrada para o minuto 24, Lucas Moura envia um excelente passe por cima da linha defensiva do United para Son, que, após uma complexa receção com o pé esquerdo, não conseguiu finalizar a jogada em condições, apesar do perigo.

Pouco depois, proveniente de um canto ao minuto 28, Cristian Romero encosta a bola ao segundo poste para dentro da baliza de David de Gea, porém, é assinalada posição irregular ao central argentino, mantendo o nulo no resultado.

Era uma questão de tempo até o primeiro golo da partida surgir… E quem mais senão uma dupla de portugueses para tornar isso realidade. Por volta do minuto 39, Bruno Fernandes, à entrada da área dos ‘Spurs’, envia uma bola teleguiada para Ronaldo, que, com classe e qualidade, remata de primeira para o canto inferior da baliza de Lloris, contabilizando assim o primeiro golo da partida.

Em desvantagem à entrada para a segunda metade do jogo, o Tottenham pouco fez para tentar virar o resultado. Logo ao minuto 46, Ronaldo este em evidência: mais um golo para o astro português, no entanto, encontrava-se fora de jogo.

A contribuição portuguesa para os golos dos United parecem não ter fim. Isto porque, por volta do minuto 64, após um erro individual do Tottenham, Bruno Fernandes comandou o contra-ataque dos ‘Red Devils’ deixando para Ronaldo que encontrou um passe rasteiro nas costas para Cavani, que, com toda a frieza, tocou a bola por cima de Lloris, fazendo o 0-2 na partida.

Ao adotar uma postura mais defensiva, o Manchester United deixou o Tottenham ficar com mais bola. No entanto, esta superioridade de nada serviu à equipa de Londres pois a definição no último terço simplesmente não existia.

Focado em explorar os erros individuais dos jogadores do Tottenham, o United conseguiu ainda alargar a vantagem já no final do jogo. Com uma defesa completamente desorganizada e um plano de jogo já sem qualquer sentido, a equipa comandada por Nuno Espírito Santo não conseguiu travar uma última investida de Rashford, que, a passe de Matic, não tremeu no um para um com Lloris e enviou a bola para o canto inferior direito com uma finalização exímia.

Com este resultado, a turma de Solskjaer sobe ao quinto lugar da tabela e quebra uma série de quatro jogos sem vencer para a Premier League. Já o Tottenham de Nuno Espírito Santo fixa-se provisoriamente no oitavo lugar.

Fonte da imagem de destaque: Twitter oficial do Manchester United